Quarta-feira, 18 de JULHO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Oi, filho

É matemática meus amigos. O Brasil vai trazer o hexa em 2018.

O Brasil vai ser hexa e a culpa é do Beni

por Vinicius Ferrari | Oi, filho | Publicada em 05/07/2018 às 15h56| Atualizada em 09/07/2018 às 17h35

Segundo jogo da Copa do Mundo e o Brasil faz seu primeiro gol da partida. Todos na sala comemoram gritando eufóricos e o Beni, num canto do cômodo começa a chorar assustado. Esta é a primeira Copa do Mundo que o Beni presencia e, conforme os outros jogos iam passando, Beni percebeu que gol é coisa boa e que a gritaria é de felicidade. Agora até dá risada quando vê um gol, tudo muito tímido. Eu não sou muito supersticioso, mas tenho tudo para crer que desta vez o Brasil vai ser campeão. Quer ver?

Em 1970, no México, o rei Pelé, dono do melhor futebol do mundo, liderava a equipe que deu a terceira Copa do Mundo ao Brasil. Tinha um pequeno brasileirinho, lá no interior de Boqueirão do Leão, que havia nascido dois anos antes, em 1968. Sabe quem? Meu pai. Tudo bem que naquela época não deveria pegar televisão em Quatro Léguas, e muito provavelmente o pequeno Roquinho não tenha acompanhado a vitória do Rei Pelé na terra do Chaves. Em Ijuí, no mesmo 1968, nascia mamãe, que também não deve ter acompanhado a Copa, mas é fato meus amigos, na primeira Copa do Mundo do Papito e de Mamãe, o Brasil foi tri!

A próxima Copa foi vencida apenas em 1994, ano do lançamento do plano Real, da morte do Ayrton Senna, da febre dos Cavaleiros do Zodíaco e o ano em que nascia o pai do Beni, isso mesmo, myself, eu aqui. Vocês podem achar coincidência, mas na minha primeira Copa do Mundo, BATATA, o Brasil ganhou. O Brasil, nas palavras de Galvão Bueno era TEEEEEEEEEEEEEEETRA É TETRAAAAAAAAAAAAA, É TETRAAAAAAAAAAAAAAAA.

2002 foi um ano de muitas emoções. Lembro de ir no mercado buscar o jornal com a machete “Lula lá, Rigotto aqui”, que você sendo coxinha ou petralha, do centro ou da periferia deve concordar que foi uma eleição memorável, que com toda a certeza mudou a política como conhecemos hoje. Este foi também o ano que o grande Cafu levantou a taça mais linda que eu já vi aos céus. O Brasil era pentacampeão e a primeira propaganda que a televisão veiculou depois do jogo foi de um banco, não lembro qual, bordando a quinta estrela em uma camiseta da seleção brasileira. Logo depois veio uma sinueta da sexta estrela.

- PAIIII O QUE VEM DEPOIS DO PENTA????? SE VENCERMOS A PRÓXIMA COPA VAMOS SER O QUE?

- HEXA! E DEPOIS HEPTA! – disse meu pai empolgado!

Em 2002 era a primeira copa do meu irmão mais novo, o Gabriel, que nascera em 1999. Ou seja, MAIS UM MEMBRO DA FAMÍLIA DAVA A COPA DO MUNDO AO BRASIL NA PRIMEIRA COPA. É matemática meus amigos, minha família é abençoada pela estrela da seleção. Nascemos para isso, para dar sorte ao Brasil!!!!!!

É claro que nesta conta eu ignorei meu irmão mais velho, Airton, que já tinha três anos na amarga copa de 90. MAS NA SEGUNDA COPA DELE o Brasil FOI CAMPEÃO. Vejam só!

Agora, 16 anos depois do penta, nascem o Beni e o Rafa, os primos do Hexa, que em suas primeiras Copas do Mundo vão assistir o Brasil ser Campeão do Mundo!!!!!

Tô muito emocionado para continuar esta história. Encerro aqui a minha coluna com os mais sinceros votos de #VoaMeninoNey #TiteEuTeAmo #VaiDarBrasil

 

 

 

EDIT::: Vocês já devem saber que o Brasil foi eliminado da Copa da Russia. A teoria dos bebês da família estaria errada então, tudo balela? JAMAIS! Não esqueçam que o Airton só viu o Brasil ser campeão na sua segunda copa do Mundo, quando ele já tinha seis anos. VAI DAR TUDO CERTO! 2022 tá logo alí amigos. Eu disse que o Brasil ia ser hexa, não disse quando. 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS