Segunda, 15 de OUTUBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Oi, filho

Seja bem-vinda Laura!

por Benício Ferrari | Oi, filho | Publicada em 04/09/2018 às 21h27| Atualizada em 12/09/2018 às 15h44

Oi prima, tudo bem?

Meu papai me contou que você nasceu agora a noite, deixando todo mundo feliz da vida com a tua chegada. Sabe prima, qualquer geneticista diria que eu sou teu primo em 2º grau, já que nossos pais são primos-irmãos. Mas sabe de uma coisa? Eles não sabem do tamanho do carinho que papai tem pela tua mamãe, muito menos que eles foram criados como se fossem irmãos. A nossa família é assim mesmo, não te assusta! Somos unidos, falamos alto e vamos embora logo depois da sobremesa. Num instante estamos todos aqui falando, falando, falando, dois minutos depois não tem mais ninguém e o silêncio que fica chega a ser barulhento. Mas não tem problema prima, final de semana que vem, ou mês que vem eles voltam todos, com a mesma alegria de sempre, retomando os assuntos como se tivessem ido ali no banheiro rapidinho. Que família Laurinha!

Tem várias coisas que eu preciso te contar, já que agora sou teu primo mais velho. Sabe, não querendo me gabar mas já estou no berçário II na creche. Claro que ainda não alcancei a Amandinha, e parece que sempre que eu cresço mais ela também cresce. Deste jeito eu nunca vou ser mais velho que ela! Tem coisas que eu ainda não entendo, como por exemplo como é que o pelo do Atum uma hora está grandãozão, outrora ta baixinho. Acho que deve ter um bicho grandão que come o pelo dele. Ou o papai deve colocar naquela coisa branca cheia de botão onde ele coloca minhas roupinhas.  Deve ser algo assim.

Uma hora quero que tu venha aqui em casa pra eu te mostrar meus desenhos favoritos: Galinha Pintadinha e Mundo Bita. São demais! Deve ter alguma música que tu goste. Quando eu for grandão talvez a gente vá para a escola juntos, como eu e a Amandinha fazemos agora. E quando formos mais grandões ainda talvez a gente vá naquelas festinhas que o papai e a mamãe vão no sábado a noite. Eu prometo que cuido de ti prima! Mas se o bicho papão vier, tudo bem a gente chamar a Amanda né? Eu já sou grande, mas ainda tenho medo dele.

Laurinha, tomara que a gente tenha uma infância tão bonita quanto nossos pais tiveram. Que a gente saiba valorizar a família e comemorar estes momentos bonitinhos juntos.

Seja-bem vinda ao mundo Laura! Aqui as coisas não estão tão legais, já te adianto. Meu pai vive falando de uma tal política que ta toda zoada e de uma tal violência, que também parece não dar trégua. Talvez a resposta pra tudo de errado que tem no mundo esteja com a gente, as crianças. Talvez tu tenha nascido para transformar este lugar. Quem sabe não fazemos isso juntos? A gente pede uns giz de cera para a prima Amanda e colore o mundo do jeitinho que a gente quiser. Topa?

Agora tenho que ir, papai disse que ta na hora de dormir.

Boa noite Laurinha, o primo não te conhece ainda, mas já te ama.

Assinado: Benício

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS