Sexta-feira, 19 de ABRIL de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

poder

Vereador Evandro no DEM, e como presidente

por Vinicius Ferrari | Publicada em 09/04/2019 às 17h21| Atualizada em 12/04/2019 às 13h05

A coluna já havia adiantado na semana passada que o vereador Evandro Rodrigues estava flertando com o Democratas. Nesta terça-feira o anúncio oficial: a data do casamento será marcada assim que o divórcio com o PSDB for concluído.

Desde outubro do ano passado o vereador já havia entrado com um pedido para sair no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O processo foi aberto para que o vereador não perdesse seu mandato, o que aconteceria se ele simplesmente se desfiliasse por conta. 

O pedido já foi julgado e esperava um parecer final para que a desfiliação fosse autorizada. Na semana passada, porém, o vereador Evandro e o vereador Jessé Sangalli receberam em seus gabinetes um comunicado de expulsão do PSDB, assinado pela nova diretoria da legenda.

NO DEM, E COMO PRESIDENTE

Evandro não apenas já decidiu sua nova casa, como teve sua ficha de filiação abonada pelo ministro da Casa Civil, o deputado federal Onyx Lorenzoni. A reunião aconteceu nesta segunda-feira, em Porto Alegre, e contou com a presença de Dr. Thiago, um dos nomes mais influentes dos Democratas no Estado.

- Escolhi o DEM juntamente por ser um partido que faz o vereador Evandro ser um ator principal, coisa que não acontecia no PSDB. A partir de agora é hora de construir partido e buscar apoio do governo federal para assuntos de interesse do município, como a duplicação da Estrada Caminho do Meio, por exemplo - diz Evandro ao Diário, referindo a si próprio em terceira pessoa, deixando claro que a filiação de fato só acontece quando o nome de Evandro sair do sistema do TRE e ele se tornar, de fato, um sem partido. 

EVANDRO NO GOVERNO, OU QUASE

O vereador garantiu também, que está apoiando institucionalmente o governo André Pacheco, "mas mantendo sua independência". 

O DEM estava inativo em Viamão, tendo apenas um candidato a vereador em 2016. A ideia do novo presidente é buscar os dissidentes do PSDB para formar a legenda.

O vereador confirmou que André Pacheco foi convidado para integrar o partido de forma oficial, mas que não tomou sua decisão ainda. 

Questionado sobre o vereador Jessé Sangalli, que deixou o PSDB e se aproximou de Evandro desde então, o vereador soltou:

-  O Jessé já foi convidado, e por mim  seria o candidato a prefeito em 2020, pela sua postura, e por representar a nova política - disse Evandro.

Ainda segundo o vereador, Jessé está, como adiantado pela coluna, mais próximo do NOVO do que de qualquer outro partido.

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS