Sexta-feira, 20 de SETEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

DV Tech

Após falhas de design, Samsung enfim lança o Galaxy Fold, primeiro celular com tela dobrável

por Pedro Nunes | Publicada em 06/09/2019 às 16h22| Atualizada em 09/09/2019 às 12h44

Em fevereiro, o mundo da tecnologia ficou entusiasmado com um novo celular da Samsung, com tela dobrável. O Galaxy Fold prometia ser revolucionário ao combinar uma tela do tamanho de tablet que podia ser dobrado ao meio, transformando-se em um celular um pouco maior que os atuais. Na parte de fora, uma tela de 4,6 polegadas para atividades cotidianas. Ao abrir o aparelho, o usuário dava de cara com uma telona de 7,3 polegadas. O painel maior proporciona uma experiência imersiva, possibilitando o uso de até três apps simultâneos. Além disso, o celular dobrável contava com um conjunto de seis câmeras, sendo uma frontal, três traseiras e duas do lado de dentro. Tudo isso, é claro, com um preço bem salgado. Mais precisamente $1980 (ou R$8059,59, em conversão para o real, sem levar em conta impostos). 

 

Mas aí as dores de cabeça começaram a aparecer na gigante sul-coreana. Após receberem unidades de testes, jornalistas especializados notaram que o aparelho contava com alguns erros de design que poderiam afetar seu funcionamento.  O mais famoso deles era a presença de uma espécie de película na tela maior, que não poderia ser removida pelo usuário, mas que não continha nenhum aviso para que não fosse tirada.  Alguns testadores resolveram removeram essa película, achando se tratar de apenas uma proteção simples, e aí começaram os problemas: o display começou a parar de funcionar e até mesmo a se apagar completamente. 

 

Após alguns dias de incertezas, a companhia acabou cancelando o lançamento oficial, que ocorreria em Abril. A Samsung então afirmou que iria rever o design do telefone. E a espera acabou. O Galaxy Fold será relançado a partir desta sexta-feira, começando pela Coréia do Sul, seguindo de Espanha, França, Singapura e Estados Unidos. A fabricante promete que fez mudanças que irão ajudar na resistência do aparelho. O site americano Gizmodo passou um tempo com o aparelho e afirma que uma presilha em forma de “T” vai impedir que os consumidores retirem a película protetora do aparelho e a dobradiça vai impedir que poeiras possam entrar na estrutura do smartphone. Apesar do início das vendas globais, não há previsão para o início das vendas no Brasil, mas não espere que seja barato. 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS