Domingo, 22 de ABRIL de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

Imagem: Itamar Aguiar

Prefeito Yuppie

Publicada em 06/04/2018 às 09h11| Atualizada em 07/04/2018 às 00h17

Influenciado talvez, pela figura de seu pai que era político de destaque no Estado Gaúcho Nelson Marchezan Júnior, segue  a carreira política paralelo à advocacia. O pai, Nelson Marchezan foi deputado estadual e federal entre 1963 e 2002. Chegando a Presidente da Câmara Federal.

Esta semana,o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior esteve na Federasul, Federação das Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul, dentro do Projeto “Tá na Mesa”. Concedeu entrevista coletiva aos jornalistas e falou durante  o almoço para uma seleta platéia de empresários e convidados.

A figura do Prefeito Marchezan, lembra um “Yuppie” (Young urban professional) da Quinta Avenida Novaiorquina. Ele tem 46 anos e é adepto das redes sociais. Vestido com elegância num terno azul marinho, foi recebido pela Presidente da Federasul, Simone Leite. Falou das dificuldades da cidade. E dos encaminhamentos que a Prefeitura de Porto Alegre aciona à nível federal. Somos 1 milhão e meio de habitantes e muitos problemas urbanos. Ruas esburacadas, calçadas perigosas, violência e lixo acumulados.

O déficit herdado pela atual gestão de Porto Alegre é o principal entrave enfrentado pelo prefeito. Defende a integração operacional e tecnológica entre Município, Estado e União, a partir de ações integradas. Ele quer mudar a realidade da Capital nos próximos três anos. “É fundamental desburocratizarmos nossa política de licenciamento para atrairmos investimentos, gerarmos empregos e garantirmos o progresso de Porto Alegre”.

Nelson Marchezan Júnior, já não caminha tão otimista pelos bairros da cidade como em sua campanha eleitoral. Mas quer, com fôlego de maratonista ao final de sua gestão, fazer de Porto Alegre uma capital melhor para se viver. Admite o caos urbano e quer dividir a solução dos problemas com organismos e também com a população. Aos olhos receptivos da Presidente da Federasul, Simone Leite, ele respondeu a várias perguntas dos empresários presentes ao almoço.

Além do foco nas finanças, Marchezan discursou ainda sobre saúde, educação e moradia. Na saúde, ressaltou as novas ambulâncias, a Clínica Saúde da Família, o Telessaúde e o número de leitos psíquicos como melhorias. No ensino público, as 2.393 novas vagas na Educação Infantil e o aumento de 45% no valor repassado para creches conveniadas. Já quanto à moradia, admitiu que o governo ainda enfrenta dificuldades em oferecer um projeto completo para solucionar o problema. “Nós estamos trabalhando em uma proposta que deve ser apresentada nas próximas semanas, mas ainda sem data definida”, revelou.

Foi veemente e categórico com os empresários. E simpático com os jornalistas, cumprimentado-os um a um, com apertos de mão. Neste 26 de março, Porto Alegre comemorou 246 anos de fundação. Uma boa hora para o Prefeito Marchezan Júnior insistir em seus bons projetos, buscar recursos através de parcerias. E brindar a população com uma gestão satisfatória. Jovem, ele é. Um Prefeito da Nova Era. Deve e pode modificar Porto Alegre. Para melhor, espero.

 

Últimas Ana D Ávila

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS