Sabado, 15 de DEZEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

Plastificados

Publicada em 28/09/2018 às 13h52| Atualizada em 03/10/2018 às 18h21

Dentro do mar, baleias e peixes, confundem sacolas plásticas com algas marinhas. Comem. Morrem. Pois o lixo plástico infestou todos os mares do Planeta. E o ser humano, vítima de sua própria ganância e insensibilidade, continua contribuindo para o caos.

Deter a fabricação destes plásticos, já não é mais possível. É uma invenção nociva. Nascida durante a Segunda Guerra Mundial que se criou da indústria do petróleo. O plástico dura uma eternidade. Temo pela nossa vida futura.

Estamos todos assim, plastificados,usando uma metáfora  apropriada. Nosso dia já começa com plástico, analise sua escova de dentes. Plástico. Quase não tem como fugir do problema.

Tentaram nos super mercados as tais sacolas de pano. A ideia foi esquecida. Parece que voltaram às plásticas. E assim, vamos acumulando em nossas casas, as tais sacolinhas. Agora com muita cor, são sacolas plásticas verdes, amarelas, cinzas. Que irão confundir ainda mais, os peixes e baleias nas águas do mar. Já, um depositário de lixo, de toda espécie.

Antes desta ideia do plástico os fabricantes usavam muito a madeira não nobre e o papelão. As crianças de hoje, só conhecem brinquedos plásticos. Inclusive na confecção de celulares, notebooks e computadores. (Escrevo, aqui, encima de plástico deste visor e teclado).

Os brinquedos das crianças antigamente, eram fabricados de madeira. E os automóveis, de ferro e madeira. Hoje é muito empregado o plástico reciclado na indústria automobilística. Tudo é efêmero. Tudo é fraco. Tudo poluí. Os utensílios de cozinha hoje também em sua maioria, são oriundos do plástico. Outrora, usavam o barro,ferro e alumínio.

Prevêem os cientistas que por volta do ano 2050 nossos mares serão inundados literalmente por plásticos.E os peixes desaparecerão. Estranho mundo moderno. Estranha descoberta humana. Olho minha carteira de identidade envolta num plástico bem fininho e imagino a intensidade do problema  no mar. Os seres aquáticos não merecem isto!

Últimas Ana D Ávila

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS