Domingo, 15 de DEZEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

Papai Noel

Publicada em 16/12/2016 às 12h19| Atualizada em 16/12/2016 às 12h20

Engembrado personagem da infância. Ele sempre chegava. Com sua barriga enorme. Com barba e boca postiças numa máscara inventada. O inseparável sininho anunciava sua presença. Ele metia medo. Era a figura mais requisitada e temida pelas crianças no dia de Natal .Confesso que em criança, nunca tive medo do Papai-Noel. Sempre vi e, ainda vejo, o lado bom das pessoas. Portanto, Papai-Noel para mim era bonzinho.

Mesmo que todos afirmassem que ele castigava quem não era comportado. Não o temia. Me considerava uma criança comportada. Com certeza, a varinha de marmelo que ele carregava, nunca bateria em mim. Papai-Noel nunca me decepcionou. Se eu pedisse, uma bicicleta, ele me dava. Se eu pedisse um livro, ele me dava. Como então pensar que Papai-Noel era mau. Não era.

Hoje, na época do Natal, existem muitos Papais-Noel espalhados pelos Shoppings do mundo. E também, os engembrados. Que em família, costumam se caracterizar. Colocando enchimentos com travesseiros na barriga, distribuindo presentes e sorrisos. A festa do Natal é o momento máximo do Cristianismo. E sempre será marcante.Tendo o Papai-Noel como principal personagem. Quem não lembra de algum episódio relacionado ao bom velhinho, que tenha marcado sua vida?

Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximos às chaminés das casas. Foi transformado em santo (São Nicolau) após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

Em 1931, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o Papai Noel com o mesmo figurino criado por Nast, que também eram as cores do refrigerante. A campanha publicitária fez um grande sucesso, ajudando a espalhar a nova imagem do Papai Noel pelo mundo.

Atualmente, a figura do Papai Noel está presente na vida das crianças de todo mundo, principalmente durantes as festas natalinas. É o bom velhinho de barbas brancas e roupa vermelha que, na véspera do Natal, traz presentes para as crianças que foram obedientes e se comportaram bem durante o ano. Ele habita o Pólo Norte e, com seu trenó, puxado por renas, traz a alegria para as famílias durante as festas natalinas.

Últimas Ana D Ávila

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS