Sexta-feira, 24 de NOVEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

Mundo feito de homens

Publicada em 03/08/2017 às 11h27| Atualizada em 04/08/2017 às 09h37

Somos os que produzem, criam, mudam o cenário, interferem na natureza, tanto para produzir o que há de bom como também para cometer grandes erros ou promover grandes tragédias. Somos imperfeitos e falíveis, mas, muitos de nós, agem movidos pelo desejo de ganhar o máximo, movidos pela ganância, causando ao redor o mal de muitos outros, que se tornam vítimas destes cruéis artesãos da maldade.

Vivemos em meio a situações que poderiam estar bem diferentes, porém carregamos o ônus de não ter nossas mínimas vontades de ver o correto sendo praticado na política nacional atendido. Será que vamos persistir no erro de gritar que odiamos a política e os políticos, ou, será que vamos começar a ter uma postura mais ativa, agindo para mudar?

Os que ocupam os lugares que ocupam, lá estão porque nós o permitimos e a postura de negar-se a participar, vai abrir mais e mais o espaço para que se perpetuem os que não poderiam permanecer nestes cargos da Nação. O fato é que a faxina deve ser geral, vamos tirar de onde estão aquelas figurinhas carimbadas e que são personagens das crônicas Policiais de todo o Brasil.

Os formadores de opinião não podem se omitir, devem proclamar em alto e bom som que estamos com a escolha ao nosso alcance e, portanto, com a possibilidade de produzir uma grande mudança, onde retiramos de cena os facínoras consagrados e trazemos para o palco outros, que, mesmo desconhecidos, não podem ser pior do que muitos que aí estão.

Creio que existem diversos políticos que hoje estão no cenário e que merecem permanecer, não vou citar nomes, mas creio que cada um deve analisar o histórico destes senhores e verificar os nomes que merecem ser reconduzidos e os que devem ser esquecido para sempre.

Pensar no novo é pensar no desconhecido, que, mesmo tendo alguns riscos, são menos arriscados do que manter alguns que no poder estão e sempre roubaram e lesaram a Nação.

Últimas Eduardo Dias Lopes

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS