Sexta-feira, 17 de AGOSTO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

O homem do saco

Publicada em 10/04/2018 às 14h59| Atualizada em 14/04/2018 às 00h31

Certa vez li, não lembro onde, que nascemos apenas com dois medos: de cair e do barulho. Os outros? Nós adquirimos ao longo da existência. Na infância, ouvi histórias em que personagens eram malvados com crianças. Foi bem fácil me convencerem da existência do “homem do saco”, uma lenda bem popular até os anos 80. Medo era nome meigo perto do sentimento de horror que tinha de que o tal sujeito iria me colocar dentro de um saco e desaparecer.

Cresci e os medos da infância ficaram para trás. Outros surgiram. Enfrentei-os, mas tem um que ainda não consegui superar: lugares fechados! Será que é influência do “homem do saco”? Ele me causa alguns transtornos. A única possibilidade de ir a um show em um estádio é ficar perto da porta de saída. Mas estou evoluindo. Frequento auditórios e salas de cinema. Claro que sento em poltronas junto ao corredor. Considero tão inconveniente esse meu medo que qualquer dia desses vou superá-lo.

Conheço pessoas com diferentes medos. Para mim, alguns são inusitados. Você tem medo de lagarto? Uma das minhas primas tem. Faz uma gritaria quando vê esse animal. Nem eu nem ela sabemos de onde saiu tal pavor. Tem gente com medo de barata, mas acho que é nojo. No passado vivenciei uma situação atípica e descobri que o medo atinge qualquer um. Um diretor da empresa onde eu trabalhava e cuja sala ficava ao lado da minha, gritava meu nome. Corri até ele e o homem, com quase dois metros de altura, com alguns quilos excedentes, estava de joelhos em cima de uma cadeira porque havia um rato na sala. Espantei o bicho. Busquei um copo d’água e esperei ele parar de tremer. Nunca falamos sobre o episódio.

Ter medo é normal e até é importante para a nossa sobrevivência. Tem gente com medo do futuro, da velhice, de perder a memória e de morrer. Existem medos que tomam conta das pessoas. Medo de errar todos nós temos. Sei que aquilo que desconhecemos causa medo. O problema é quando esse temor nos paralisa, impedindo que sigamos adiante, que nos arrisquemos a descobrir novas possibilidades em nossas vidas.  Para viver, é preciso coragem! Coragem até mesmo para conviver com os medos...

Últimas Marta Busnello

Paginas: [1] 2 Próxima »
Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS