Segunda, 27 de MAIO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

na copa

Lucas Figueiredo/CBF

Após suportar a pressão inicial, Brasil faz dois e manda os mexicanos de volta para casa

Publicada em 02/07/2018 às 14h12| Atualizada em 05/07/2018 às 15h43

Brasil e México duelaram no final desta manhã pelas oitavas de final da Copa do Mundo, na cidade de Samara, na Rússia. Os brasileiros venceram por dois a zero com gols de Neymar e Firmino. Agora a seleção aguarda a decisão do confronto entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final.

Como todos já esperavam, a partida foi bastante truncada, onde o Brasil passou dificuldades para furar a defesa do adversário. Os mexicanos, ao comando de Osório, foram ao ataque, e souberam aproveitar os espaços que a seleção proporcionava, criando assim boas oportunidades no primeiro tempo. Já o Brasil, tentava sair nos contra-ataques com William e Neymar, mas sem muito sucesso.  

Na etapa final, os comandados de Tite subiram a marcação, aproveitando assim melhor os espaços. Assim, Neymar arrancou pela ponta direita e foi fazendo fila até tocar para William que arrancou para o lado e bateu cruzado, onde o camisa dez da seleção de carrinho abriu o marcador, para a alegria do torcer brasileiro.

Após o gol, a seleção aproveitou para administrar a partida e trabalhar a posse de bola, proporcionando que o adversário corresse atrás da bola. Entretanto, Neymar e companhia criavam as melhores chances de ampliar o marcador. Desta forma, Fernandinho fez um ótimo lançamento para Neymar, que chutou cruzado e Firmino, que havia acabado de entrara na partida, empurrou a bola para o fundo das redes, decretando assim a classificação do Brasil para as quartas de finais.

Agora a seleção aguarda a decisão do confronto entre Bélgica e Japão para conhecer seu adversário nas quartas de final. Porém, a partida já tem dia e o horário para acontecer: sexta, 6 de julho, às 15h.

 

Confira a avaliação de cada jogador:

Alisson: Foi bem quando exigido, mas me parece um pouco inseguro no jogo. Nota 7,0.

Fágner: jogou bem novamente, marcou muito, apesar do México atacar bastante pelo seu lado. Nota 7,0

Thiago Silva: o verdadeiro líder. Comandou o time em campo, falando o tempo inteiro com o sistema defensivo, além de não perder uma dividida na partida.  Nota 8,0

Miranda: foi mais seguro na partida de hoje, em relação as anteriores, mas ainda dá uns botes sem necessidade. Nota 7,5

Filipe Luiz: fez o feijão com arroz que o treinador pediu, porém pode produzir mais. Nota 7,0

Casemiro: foi bem na marcação e nos passes, porém pecou em tomar o cartão amarelo. Nota 7,0

Paulinho: muito discreto na partida. Não é o mesmo Paulinho que estamos acostumados a ver no Barcelona. Está devendo futebol nesta copa. Nota 6,0

Philipe Coutinho: O mais lúcido em campo, fez mais uma bela atuação. Não é à toa o melhor da seleção na copa. Nota 8,0

William: o melhor em campo, correu bastante, driblou e não se escondeu da partida, além de dar o passe para o gol de Neymar.  Hoje, mostrou o porquê é titular da seleção brasileira. Nota 9,0

Neymar: está voltando a ser o craque que todos nós conhecemos. Fez o gol e participou da jogada do segundo. Está crescendo na hora certa da competição. Nota 8,5

Gabriel Jesus: muita vontade e pouco futebol novamente. Está saindo muito da área para ajudar na marcação e assim está vendo a concorrência com Firmino crescer. Está na hora de acordar! Nota 6,5

Fernandinho: Entrou para fechar o meio de campo, pois Paulinho estava cansado. Acertou um belo lançamento para Neymar no segundo gol brasileiro. Nota 7,0

Firmino: brilhou a estrela de centroavante, no lugar certo, na hora certa. Em um dos seus primeiros toques na bola fez o gol que carimbou o Brasil na próxima fase. Nota 7,5

 

Opinião
O Brasil ainda não jogou aquele futebol convincente que agrade a maioria dos amantes do esporte, mas tem mostrado um futebol vencedor, que apesar dos trancos e barrancos, vai vencendo quem vem pela frente. Futebol não se vence por times que jogam mais bonitos, mas sim por aquele que tem mais eficiência em converter as chances em gols. A seleção de Tite ainda pode melhorar, mas se conseguir avançando e vencendo do jeito que está, o hexa ainda dá para sonhar. Que venha as quartas e #VaiBrasil.

 

 

 

Últimas Lucas Garske

Paginas: [1] 2 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS