Quarta-feira, 14 de NOVEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

universo pop

Nem tudo é La Casa de Papel

Publicada em 19/10/2018 às 13h35| Atualizada em 21/10/2018 às 21h40

Título confuso na coluna de hoje? Não é não: é só pra mostrar que os atores de La Casa de Papel são bem mais do que a série. E sabem por quê? Eles estão no novo seriado da Netflix, Elite! Eu já assisti e decidi comentar um pouco sobre o que eu achei. Ah, e mais pra baixo tem as novidades da semana. 

Já assisti e já foi renovada: Elite

Se você, assim como eu, adora ficar procurando tudo o que a Netflix lança, com certeza já se deparou com o seriado Elite dando as caras no catálogo. Com alguns atores do elenco de La Casa de Papel, a história se passa num ambiente escolar de classe média-alta e tem a polícia envolvida. Como assim? Continua lendo que eu te conto o que eu achei! Antes de mais nada: já foi renovado e deve ganhar nova temporada por outubro do ano que vem.

A trama fica toda em torno de um colégio particular e seus estudantes, incluindo os três novos bolsistas que vieram da rede pública. Logo no começo do primeiro episódio, já dá pra saber: alguma coisa sinistra aconteceu, pois os alunos estão sendo interrogados pela polícia. Achou interessante? Então segura firme, que não acaba por aí. As cenas intercalam o passado e o presente, traçando a história de cada um dos personagens e como eles estão envolvidos no... não vou falar o que aconteceu, vão assistir!

Por se tratar de uma trama adolescente no colégio público, muita gente estava na internet comparando com RBD. Se você leu isso em algum lugar, não seja enganado: ninguém vai sair cantando e montar uma banda que vai fazer sucesso mundial. Eles estão no colégio e falam espanhol - fora isso, não tem o que comparar. Elite traz assuntos atuais e polêmicos, como sexualidade, diferença de classes e religião.

Nesse ponto entra a minha parte favorita: o plot da personagem Nádia, seu irmão Omar e sua família. Ao mesmo tempo em que mostra um pouco da cultura palestina, dos hábitos como o das mulheres usarem hijab, mostra como isso afeta tanto a vida deles quanto pode afetar a sociedade num geral.

Mas é claro que a série não gira só em torno dela. Como eu disse, a questão de diferenças de classe é abordada, especialmente quando se trata de gente da elite (entenderam o nome da série?). Tanto os mais ricos quanto os mais pobres se veem envolvidos em problemas com dinheiro, drogas, brigas, etc. E é mostrado como isso afeta cada um - especialmente no julgamento da polícia sobre cada pessoa, com base no pré-conceito que criam quanto a sua origem.

Não vou me estender mais, tenho medo de jogar algum spoiler aqui sem querer. Só digo que, se vocês têm interesse, assistam Elite. É aquelas séries boas de assistir, rápidas - só 8 episódios - e que aborda assuntos atuais que nos fazem parar para pensar. É possível ver como existem diversas realidades por aí, como cada um tem a sua própria realidade e como uns manipulam a realidade dos outros.

Sabrina está quase entre nós!

Quem acompanha a coluna, sabe que eu estou bem ansioso para O Mundo Sombrio de Sabrina. Cada foto e vídeo novo divulgados eu só fico torcendo para que sexta-feira que vem chegue logo. E qual o motivo da ansiedade agora? Um vídeo com cenas inéditas e depoimentos dos atores sobre a série! Por favor, alguém acelera até o dia 26 pra eu poder assistir logo!


Orange Is The New Black chegando ao fim

Séries vê, séries vão. Esse é o ciclo da vida - ou da Netflix. Agora, a confirmação é que o seriado Orange Is The New Black vai (finalmente) acabar. A sétima temporada da série - ainda sem data de estreia - será a última. Opinião própria: já tava na hora mesmo. Quando as séries começam a se estender demais, costumam ficar enroladas, perder público e deixar a história ruim. Para ninguém ficar triste, a Netflix ainda disse que a última temporada vai ser "a melhor de todas". Vai ser hora de dizer adeus e dar lugar pra outras séries maravilhosas!

Últimas Leonardo Stürmer

Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS