Domingo, 16 de JUNHO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

coluna da tainá

Vamos construir?

Publicada em 15/10/2018 às 16h22| Atualizada em 21/10/2018 às 21h41

Quem vivei os anos 90 lembra bem dessa música.

É interpretada pelas duplas: Sandy & Júnior e Chitãozinho e Xororó.  Na época, a música foi cantada em vários programas da Rede Globo, em destaque para o “Criança Esperança”. Com coreografia, muitos pequenos dançavam ao lado de pais, mães e irmãos. Na letra, as crianças pedem a construção de uma ponte para ligar os vários corações. E insistem na preservação do amor.

Mais de 20 anos depois e não nos parece tão atual? Sim.

Logo no inicio, a criança afirma o desejo de continuar sendo criança e poder montar esse nosso mundo cheio de peças e quebra-cabeças. Quem aqui nunca desejou voltar para a infância? Poder brincar, ter tempo para desenhos animados e não precisar se preocupar com a janta, já que criança só precisa estudar e brincar?

Minhas lembranças infantis são rodeadas de brinquedos, felicidade e amor. Eu brinquei muito. Acreditem: eu tinha uma casa de bonecas que virava restaurante, casa de inverno e, claro, a melhor casa de verão que vocês poderiam imaginar.

E ai está a questão: a imaginação! Onde ela foi parar? Onde se esconderam nossos amigos imaginários? E aquelas ideais mirabolantes para inventar uma brincadeira super divertida?  Alguns adultos afirmariam que a nossa imaginação de criança virou o Brandstorm - palavra estrangeira utilizada para caracterizar os processos criativos de publicidade e comunicação-. Chato, né? Ou seria sério demais?

No fim, a gente só quer ter alguns minutos de brincadeira. Admiro os adultos que se entregam as brincadeiras quando tem filhos, sobrinhos e afilhados. É a nossa hora de entrar em ação! De escorregar, de andar de balanço, de sujar toda a roupa por uma boa causa e de ser feliz. Vai dizer que não é demais inventar vários castelos de areia na praia? E ficar juntando conchas que nunca serão usadas?

Hoje, amanhã ou semana que vem também é dia das crianças. Acho que ser criança vai muito além dos 12 anos de idade, é ter espírito criativo, aventureiro e não negar um sorriso em meio a tanto ódio e desamor.

Ainda sobre a música: nossas crianças só desejam que sejamos crianças! Que tenhamos tempo para brincar e ensinar como é bom ter lembranças de uma infância feliz.

Então, bora construir uma ponte entre nossas lembranças de criança e nossa vida de adulto?

Últimas Tainá Rios

Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS