Quinta-feira, 14 de NOVEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

coluna da tainá

Sabedorias de parada de ônibus

Publicada em 19/02/2019 às 14h| Atualizada em 20/02/2019 às 10h25

Você está sentada, aguardando o ônibus. Os pedestres vão e voltam. Ao seu lado, duas pessoas: um Senhor aguardando a esposa sair de um estabelecimento e do outro, outra pessoa aguardando incansavelmente um ônibus em direção ao município mais distante.

Tudo parece bem, rotineiro, monótono como qualquer outra espera na parada de ônibus.

De longe, uma Senhora idosa, negra, de bengala questiona: “posso sentar do deu lado, minha filha?”. Sem muita demora você responde: “claro”. Dá lugar e ela confortavelmente se acomoda do seu lado. Entre um ocorrido e outro do cotidiano de uma cidade agitada, ela puxa um assunto: a vida e suas conseqüências. Você poderia muito bem não ouvir, dar um sorriso amarelado ou sair de perto. Sua mãe te ensinou a não conversar com desconhecidos. Mas ali você permanece, atenta aos conselhos e desabafos daquela Senhora negra de sorriso fácil.

Poderíamos dizer “de sorriso leve”. Ela carregava uma sabedoria de vida. Sentada naquela parada de ônibus, em pouco tempo, falou da existência do amor maior, da importância da educação que vem de berço, do companheirismo, da família... e tudo isso finalizado com um sorriso. Sorriso de quem é apaixonado pela vida, de quem já caminhou muito e tem consciência suficiente para te dizer: “filha, família é a única coisa que a gente leve pra vida toda. Preserva”.

Do jeito que ela chegou, também foi embora. Calmamente e sorridente.

Agradeci a companhia, desejei um bom dia e segui a minha viagem dentro do ônibus. Lá dentro, relembrei tudo que eu ouvi. Todos os conselhos recebidos de um desconhecido que me conhecia muito bem. E se eu tivesse desviado da conversa? Trocado de banco? Colocado fones de ouvido? Até quando vamos evitar os sinais da vida?

Pense bem, quanta sabedoria existem em uma parada de ônibus! Deixemos de lado nossos preconceitos, inseguranças e qualquer outro motivo que nos afaste de conviver e ver as pessoas ao nosso lado.

Últimas Tainá Rios

Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS