Sabado, 21 de ABRIL de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Oi, filho

Presentes maravilhosos para alguém que teve bebê (e que quase ninguém dá)

Publicada em 24/01/2018 às 16h09| Atualizada em 29/01/2018 às 10h16

Quando a gente vira pai a coisa que mais ouvimos são dicas. Gente de todas as idades e graus de intimidade acham que podem (e sabem) dar conselhos e sugestões sobre como cuidar da nova criança da família. A situação se agrava (e muito) quando os novos papais são jovens. O que eu trago na coluna de hoje são, na verdade, lições e ensinamentos para os amigos e parentes dos papais. Quer ajudar? Siga as dicas abaixo extraídas da página da Dr. Cecilia Pereira Stabile no facebook.

Tudo o que você puder facilitar a vida dos novos papais será bem feito e isso é uma dica mega importante, inclusive para o novo pai que acabou de nascer junto com a criança. Enquanto a mamãe está se recuperando do parto é fundamental que ela não se preocupe com o restante das coisas como a organização da casa ou a alimentação da família. Este é um ótimo momento para aprender a cozinhar, entender como funciona a máquina de lavar roupas e onde fica a pet shop do cachorro (isso se você for um homem das cavernas e ainda não ajude sua companheira em pleno 2018).

SIGA AS DICAS

1. Contratar alguém pra ir fazer uma escova a domicilio na mãe e/ou fazer sobrancelha e/ou manicure (acredite, a coitada vai dar pulos de alegria de se sentir bonita no meio do puerpério. Sugestão de dia: comemoração de um mês do baby, pra sair bonita nas fotos)

2. Levar uma lasanha pronta só pra assar ou uma torta de legumes ou de frango pronta (não ter que pensar no jantar por um dia vai ser um alívio. Dica: conferir se ela está com restrição na dieta por alergia ou cólicas no bebê caso esteja amamentando)

3. Estoque de chocolates (seguir dica acima)

4. Visitar entre 15 e 17 horas levando um bolo ou outra coisa de comer (SEMPRE levar o que for comer- poupa a mulher de pensar em algo pra servir) e segurar o bebê para ela tomar banho. Assim ela estará limpa, alimentada e de pijama limpo quando chegar a hora da bruxa (choradeira do bebê e tristeza da mãe - geralmente ao anoitecer)

5. Se for muito íntima e se tiver experiência com bebês: visitar na hora do banho do bebê (deixar a mãe montar a banheira e escolher a roupa) e oferecer para dar o banho enquanto ela faz alguma coisa ou descansa. Se ela achar melhor não, ajudar a secar ou vestir ou alcançar as coisas. Ou se houver filhos mais velhos, entreter ou dar janta enquanto ela banha o bebê. O final do dia e hora do banho é o pior momento para quem tem mais de um filho.

6. Se houver filhos mais velhos: levar o filho para passear, ir ao cinema ou brincar bastante com ele.

7. Passear com o cachorro da família, alimentar os bichos , escovar os bichos, levar ao pet shop ou veterinário ou simplesmente brincar com os bichos da pessoa (os animais são uma grande fonte de culpa pois geralmente são deixados em segundo plano e sentem demais a chegada do bebê)

8Levar frutas e legumes frescos (checar antes com ela)

9. Oferecer para acompanhar a mulher nos retornos no obstetra /no pediatra /vacinas (especialmente do segundo filho em diante ela provavelmente estará sozinha para fazer isso).

10. Se for muito íntima: por roupa para lavar, estender roupa e dobrar roupa seca do varal.

 

 

Últimas Vinicius Ferrari

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS