Sabado, 21 de ABRIL de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Oi, filho

Boneca é brinquedo de menina. Por quê?

Publicada em 31/01/2018 às 12h11| Atualizada em 04/02/2018 às 13h14

Oi gente, tudo bem?

Desde que soubemos que seríamos papais passamos a seguir canais e páginas nas redes sociais que dialogam com o universo infantil (numa próxima oportunidade vou fazer uma lista sobre desenhos que NÃO podem faltar na playlist do seu pequeno). Uma das páginas que nós mais gostamos aqui em casa é O Show do Tiago, em que um curitibano de 4 anos faz receitas e vídeos engraçadinhos na internet. Um dos vídeos mais legais do Tiago é esse aqui, onde ele fala sobre Mimimi. Vale cada segundo!

 

 

Muito fofo né? Esta semana o Tiago pediu uma boneca para seus pais, que além de presentear o filho, fizeram um vídeo .

Os pais do Tiago notaram que depois que o vídeo foi publicado receberam mais deslikes do que novos likes na página. Ou seja: as pessoas estavam descurtindo a página simplesmente porque um menino de quatro anos pediu uma boneca de presente aos pais. Na caixa de comentários alguns internautas chamam o que o pai do Tiago fez de “ideologia de gênero”, um nome bonitinho usado nas redes sociais para mascarar um mal antigo da nossa sociedade: o preconceito.

As mesmas pessoas que descurtem O Show do Tiago por causa de uma boneca, ainda me olham de cara estranha quando busco meu filho na creche de canguru. Juntos vamos no mercado, passamos na farmácia, fazemos feira... As pessoas olham com cara de espanto como se eu fosse um paizão, uma pessoa iluminada, quase como um santo por cuidar do meu filho. Ao meu lado as mulheres passam com seus bebês e não chamam a atenção. Por quê?

Desde pequenos somos "forçados" a achar normal uma menina ganhar panelinhas, bonecas, ferro de passar de brinquedo (?) ou uma cozinha completa com forninho, pia que sai água e microondas. Os meninos? Carrinhos, super heróis, bolas e arminhas. Essas crianças crescem achando que aquele é o lugar natural das coisas, que é "desta forma que tem que ser".

Não muito distante desta discussão temos o viral internacional da semana: um campeonato de skate realizado aqui no Brasil onde a vencedora da categoria feminina ganhou um cheque de R$ 5.000 enquanto o masculino R$ 17.000. Como argumento a organização do evento disse que as mulheres em sua grande maioria eram amadoras enquanto os homens tinham um nível muito maior de competitividade. Oras, mas skate é brinquedo de que mesmo? Quantas meninas da sua família ganharam skates quando pequenas? Quantas foram incentivadas a praticar um esporte, a ser uma competidora? Nunca há apenas um culpado, mas o que não podemos mais é admitir que em 2018 este tipo de coisa ainda aconteça.   

Criança tem que brincar com aquilo que ela tem vontade. Tem que fazer o que tem vontade. Tem que crescer acreditando que ela vai ser e fazer aquilo que ela quiser. Parabéns aos pais do Tiago pela sensibilidade de entender que brincar de boneca é sinal de carinho, amor, afeto, carisma e compaixão. Tudo o que o mundo mais precisa e que o maior mal que isso pode fazer é transformar o Tiago em um ótimo pai.

Outra coisa que o mundo está precisando bastante.

 

 

 

Últimas Vinicius Ferrari

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS