Domingo, 18 de NOVEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

alimentação saudável

Água com gás ou sem?

Publicada em 12/05/2018 às 00h09| Atualizada em 15/05/2018 às 15h43

Já ouvi muitas pessoas dizerem que abandonaram o consumo de refrigerantes pelo vilão que nos faz soltar aquele "áhhh" após o primeiro gole: o tal do gás. Aí me pergunto, não era por causa do açúcar, conservantes e corantes? Concluí que as pessoas acabam culpando aquilo que é visível aos olhos! É mais fácil enxergar o gás do que os ingredientes descritos nos rótulos.

Mas e a água com gás? O maior medo sobre sua ingestão é que ela provocasse distensão abdominal e prejudicasse a digestão de alimentos, onde estudos atuais mostram que não há impacto negativo em pessoas saudáveis.

Devemos dar atenção ao valor de pH das águas para realizar a melhor escolha, priorizando o valor de pH neutro à alcalino, para entendimento, a partir de 7 até 10. Dessa forma, facilitamos o trabalho do nosso organismo no meio alcalino. O sódio também é fator importante de se analisar! Devemos levar em consideração que há ingestão de sódio proveniente de outros alimentos e essa quantidade somada à água facilitaria ingestão maior que a quantidade limite diária. Então, escolha sempre aquelas que a quantidade se apresenta menor. O sódio em excesso é responsável pela retenção de líquidos e aumento da pressão arterial. Geralmente, o sódio é adicionado para equilibrar o pH. Será comum águas com pH perto de 10, mas o sódio com valor muito alto. Mas afirmo, há marcas em equilíbrio nesses dois itens.

Afinal, para quem a água com gás seria indicada? Primeiramente, para aqueles que são apreciadores da água nessa forma. O que quero dizer, é que não há problema em consumi-la se você gosta e não é necessário que as pessoas que não gostam consumam. Modéstia parte, sempre senti um sabor amargo, então evito sempre. Mas se torna uma boa opção para diminuir a ingestão de refrigerantes e bebidas com alta quantidade de açúcar. 

Uma curiosidade, é que existem águas gaseificadas naturalmente. São chamadas de carbogasosa e carbonatada. Seu processo de gaseificação ocorre por aquecimento subterrâneo, regiões com registro de atividades vulcânicas ou provenientes de magma próximo à superfície. Mas existe muita dificuldade em seu engarrafamento, pela perda desse gás durante o processo. Então, não é algo que encontraremos para vender em supermercados. Outra clássica que acho interessante, é que junto com o cafezinho, a água com gás é oferecida, com a função de limpar as papilas gustativas para melhor sentir o sabor do café (e vou confessar que sempre tomei depois).

Bem, como água, ela cumpre seu papel de hidratação, veículo de nutrientes, controle de temperatura e ainda mata aquela sede! A hidratação é essencial para uma vida saudável e é importante que seja cumprida de modo que cada um ache confortável. Hidrata-se!

 

Últimas Isadora Gibeke

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS