Quarta-feira, 14 de NOVEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

alimentação saudável

O que não fazer quando o objetivo é o emagrecimento?

Publicada em 06/11/2018 às 15h07| Atualizada em 12/11/2018 às 09h16

Quando nosso objetivo é emagrecer, geralmente procuramos alternativas que acelerem esse processo. Acontece que muitas delas acabam prejudicando ao invés de ajudar. Pensando nisso, trouxe dicas valiosas para todo mundo ficar esperto e passar longe dessas ciladas (né, Bino?)!

Cortar carboidratos – Atualmente, as pessoas recorrem muito à essa opção. A ideia é de que o corpo passaria a utilizar a gordura como fonte de energia. Porém, como nem tudo são flores, a gordura não é quebrada tão facilmente. O que acaba sendo utilizado primeiro é a massa magra e a água do nosso corpo, trazendo a indesejada flacidez. Sem falar da dificuldade de excluir um macronutriente essencial para o nosso corpo, não é?

Dietas restritivas – “Nutri, agora estou cuidando da minha alimentação, parei de jantar e de manhã como bem pouquinho. É um cafezinho preto e só!”. A única coisa que consigo responder é: nãoooooo! Umas das formas de acelerar o metabolismo é comendo. Claro que estou falando de alimentos saudáveis e mais naturais possíveis. Nosso corpo quando recebe poucos nutrientes ou fica em jejum, acaba entendendo aquele momento como “sobrevivência”. É o momento de estocar, pois não sei quando e nem quanto de alimento receberei. Estaremos fazendo o contrário do objetivo!

Exercício físico demasiado – A primeira estratégia seria procurar um profissional da área e ver qual exercício seria melhor, qual frequência e duração. Ficar 3 horas dentro da academia não é o caminho! Temos que entender que tudo em excesso faz mal.


Demonizar alimentos – Sei que a palavra é feia e forte, mas é o que anda acontecendo. Colocamos toda responsabilidade de anos de uma alimentação desregrada em um alimento, mas daqui a pouco é outro e outro. Temos ser sinceros com nós mesmos e saber que isso não trará a solução e muito menos é a causa.

 

Utilizar medicamentos – Na minha experiência de vida, conheci várias pessoas que “tentavam de tudo” por esses métodos. É triste de ver as pessoas deixarem se enganar e arriscar a saúde por conta disso. E já adianto, não vi ninguém ter sua vida mudada para melhor e muito menos resolver o problema. Seria muito fácil emagrecer sem mudar nada, né?


Deixar de cuidar da mente e pensar só no corpo – A vontade de emagrecer e até se sentir mal dentro do corpo no qual estamos inseridos, pode trazer consequências psicológicas. Temos, sim, que trabalhar com aceitação, simplesmente porque somos diferentes um dos outros. Muitas vezes almejamos corpos que não condizem com nosso biotipo. E está tudo bem ser diferente, ok?

Espero que essa leitura seja uma reflexão e salve da perda de tempo, junto de frustração. Emagrecer não é a coisa mais fácil do mundo, mas é possível com saúde e bem-estar. Mas o que fazer quando o objetivo é o emagrecimento? A vontade de mudar deve ser o primeiro passo!

Últimas Isadora Gibeke

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS