Sexta-feira, 20 de SETEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

alimentação saudável

O tal metabolismo

Publicada em 26/08/2019 às 13h19| Atualizada em 02/09/2019 às 14h14

Não é de hoje que a busca por um corpo magro se tornou protagonista na vida das pessoas. Esse desejo aliado à falta de conhecimento faz com que se chegue ao extremo nas tentativas e alternativas para o emagrecimento. O que não nos damos conta é que muitas dessas alternativas podem causar um efeito totalmente contrário daquilo que buscamos, pois quando comemos, deixamos de comer ou fazemos escolhas sobre os alimentos e quantidades que consumimos, estamos passando uma mensagem para nosso corpo. Mais precisamente, essa informação chega ao metabolismo, responsável gerar o resultado.

A fim de melhorar o entendimento, separei as mais comuns tentativas para te ajudar a evitar a auto-sabotagem.

1. Falta de padrão alimentar: inicia o dia comendo pouco no café da manhã, almoço, lanche da tarde. À noite, não consegue ter controle sobre a fome. Essa restrição terá como resultado uma compulsão, pois nesse caso, as refeições iniciais eram tão pequenas que não tinham quantidades suficientes para suprir as necessidades daquele indivíduo, resultando em exagero no final do dia. Podemos expandir esse exemplo para a semana, onde nos alimentamos saudavelmente de segunda à sexta-feira. No final de semana, queremos nos recompensar e comemos mais do que a semana inteira.

2. Ficar muito tempo em jejum: nosso corpo de maneira grosseira, é uma máquina que luta por sobrevivência. Se há períodos longos em que não fornecemos energia (alimentos), ativamos seu estado de alerta, gerando a ideia de economia as suas reservas (gordura). O metabolismo acaba se lentificando e dificultando ainda mais eliminar aqueles quilinhos.

3. Carência de vitaminas e minerais: os holofotes miram sempre as proteínas e carboidratos, exaltam um e demonizam outro. O que fica de lado é que os macro nutrientes necessitam de ajudantes para serem metabolizados e realizarem suas funções. Chamamos esses ajudantes de vitaminas e minerais, auxiliadores essenciais. A vida é muito mais que frango e batata doce, ok?

4. Não tomar água: a água é responsável por diversas funções no nosso organismo. Realiza transporte de oxigênio, nutrientes, controle da temperatura corporal, auxilia na eliminação de excessos e seu consumo adequado ainda evita aquele inchaço que chamamos de retenção hídrica. Seja qual for seu objetivo, tome água!

5. Envelhecimento: aquela história de que era magro quando era jovem. Dessa não podemos escapar, mas não quer dizer que precisamos nos conformar.

O problema está em buscar soluções rápidas e fáceis demais, que não promovem a saúde e sim, confundem nosso metabolismo. É necessário comparar o período de desequilíbrio com o período que usaremos para mudar isso. Manter-se ativo, ter uma boa alimentação, equilíbrio nas escolhas alimentares e ter qualidade de sono, ainda serão por um bom tempo as melhores "estratégias" para uma vida saudável e como consequencia, um peso desejado. Vamos apostar nessa?

Últimas Isadora Gibeke

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS