Quarta-feira, 20 de FEVEREIRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

opinião

Salve os contatos, não contatinhos

Publicada em 31/01/2019 às 15h25| Atualizada em 14/02/2019 às 13h25

Em terra de memes, textão ficou quase desnecessário. A imagem de um carrinho de supermercado com Danoninho e produtos de limpeza sugere claramente que você seja um jovem adulto. Provavelmente você mora sozinho e ainda come Danoninho, mas agora é você quem limpa a casa. Você "ri de nervoso" porque nem se ligou que já é adulto pra isso. Você é e vai ser até a morte. Você não vai deixar de ser adulto. Você pode até ficar idoso, mas idosos ainda são adultos. Então já eras! Mas entre todos os sinais da vida adulta tem um que a gente nem se liga: os acidentes!

Você já parou para pensar que se seus pais sofrerem um acidente os socorristas vão ligar para você? Sim, seus pais já passaram dos 45 anos e isso provavelmente signifique que você já passou dos 20 (considerando a idade média de gravidez da geração dos meus pais). Se seus pais passaram dos 45, os seus avós provavelmente já passaram dos 65 (considerando a idade média de gravidez na geração dos meus avós). Se seus pais tem mais de 45, seus avós mais de 65 e você mais de 20 é muito provável que a notícia seja dada a você. Os socorristas esperam que você já saiba tomar as providências necessárias.

Em qual momento os pais dos seus pais deixaram de ser responsáveis por eles? Em que momento você passou a ser a pessoa capaz de ocupar esse posto? 

Depois pensei que essa lógica cabe a mim porque não tenho um pai. Provavelmente se minha mãe fosse casada com ele e se ele ainda estivesse vivo, seria para ele o primeiro contato. Depois pensei que, se eu casar, o primeiro contato vai ser para meu companheiro ou companheira (considerando a bissexualidade e o imprevisível). Essa pessoa que divide algo que chamamos de casamento vai ocupar um lugar que sempre coube a minha mãe. Esse vai ser o momento em que a minha mãe vai deixar de ser responsável por mim. Porque outra pessoa vai receber a notícia antes dela. 

E se eu não casar? E se eu não tiver filhos pra quando eles tiverem mais de 20 e eu mais de 45 eles poderem atender o telefone porque já são capazes de se responsabilizar por mim? E quando a minha mãe estiver passado dos 65 e ser considerada velha demais para essa função?

Dai você se liga que você precisa ter pessoas na sua volta com registros salvos no seu celular para qualquer emergência. Porque você pode sofrer um acidente e os socorristas precisam contatar alguém. Porque as pessoas, no geral, não consideram a solidão alheia. Não consideram que talvez você não tenha uma pessoa para quem eles possam telefonar. 

Talvez eu não tenha filhos, e nem um casamento e talvez a minha mãe já esteja velha demais ou morta. Perceber que você está sozinha é desesperador, mas também confortante. Porque, de qualquer forma, mesmo que você tenha uma pessoa para os socorristas telefonarem, essa pessoa precisa chegar até você. E talvez até essa pessoa chegar você já tenha morrido. E você vai ter feito isso sozinha. Sozinha. 


Últimas Lunática

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS