Domingo, 16 de JUNHO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

dv mulher

A espera de uma mão amiga

Publicada em 20/12/2018 às 18h23| Atualizada em 31/01/2019 às 11h19

Quando o final do ano se aproxima, percebemos várias pessoas lotando shopping centers atrás dos melhores presentes. Filas enormes de pais e crianças a espera de uma foto com o Papai Noel. E os congestionamentos para chegar a beira da praia. Dezembro nos remete as lembranças de praia, férias e descanso. Mas para a Tia Lolô, dezembro é mês de vender pano de prato nas sinaleiras de Viamão. O objetivo? Realizar o sonho de crianças carentes em ver o mar pela primeira vez.

Há 25 anos, Losângela Ferreira Soares, trabalha de sol a sol para ver um sorriso no rosto de cada criança que integra a turma da Associação Tia Lolô. Sem formação superior ou curso de magistério, a Tia Lolô - como é conhecida - ajuda a cuidar de 150 crianças da Vila Orieta, no município viamonense. O principal objetivo é educar, amar e incentivar as crianças a ter um futuro melhor. Quando questionada sobre o melhor presente de natal, Losângela abre um grande sorriso e afirma: “o maior presente de natal é ver a criançada com os boletins aprovados subindo a rua”.

Como tudo começou

O filho mais velho da Losângela precisa de reforço escolar em algumas matérias e foi aí que surgiram as primeiras aulinhas da Tia Lolô. Tudo começou na sala de casa, para alguns coleguinhas do filho. A turma ficou tão grande que foi preciso passar as aulas para o lado de fora com a proteção de uma carcaça de ônibus.

Com o passar dos anos, a Tia Lolô, ou tia do ônibus como ficou conhecida, organiza festinhas de final em comemoração ao dia das crianças, ao natal e aos aniversários. Com toda essa responsabilidade, o trabalho de vendedora autônoma ficou para trás. Desde então, a Losângela ocupa o melhor cargo que poderia imaginar: a Tia Lolô que distribui carinho, atenção e amor a centenas de crianças todos os dias.

A Tia Lolô não espera o mês de dezembro chegar para estender a mão aos mais necessitados. Ela espera do próximo a ajuda necessária para manter a creche e as oficinas destinadas a meninos e meninas de todas as idades.

Conheça o melhor exemplo de espírito natalino no terceiro episódio do DV Mulher:

Para ajudar a Associação da Tia Lolô é preciso entrar em contato pelos celulares abaixo ou doar peças de roupas infantis e adultos para o brechó beneficente.


 

Últimas DV MULHER

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS