Quarta-feira, 18 de SETEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

coluna do prof. Bruno

Como tudo começou

Publicada em 18/04/2019 às 10h12| Atualizada em 24/04/2019 às 15h12

Para falar da história da Skate na Comunidade, é sempre preciso voltar um pouco mais pro passado e relatar sobre a vida que tínhamos. Sou skatista desde os 13 anos de idade, acabei conhecendo o skate através de alguns amigos, e ali firmei meu amor pelo esporte! Por volta dos meus 15 a 16 anos, comecei a receber muitas ajudas para continuar skate, pois a realidade que enfrentávamos era difícil; sem skate, sem pista, até mesmo sem roupa para andar.



A desvalorização era tanta, que poucos continuavam sobre as rodinhas. Nesse tempo, surgiram amigos que começaram a me ajudar de muitas formas, seja com material ou incentivo, e isso foi a base para eu continuar ali, andando de skate e focado neste caminho, não em qualquer outro que poderia me aparecer! Com essa base, percebemos que fui muito ajudado, e a importâncias para isso são resultados de mudanças de vida. Assim, no dia 15/04/2017 relembrando um pouco tudo o que me era feito, tudo o que pude fazer por causa das ajudas que ganhei, criei com alguns amigos a "Skate na Comunidade" visando ser aquele mesmo "amigo" que coopera para que o skate prossiga no caminho mais correto a viver.



Para poder começar o projeto, era preciso vencer todos os matos que a praça se encontrava, toda sujeira que lá tinha. Nos reunimos, foi onde tiramos por volta de 50 sacos de lixos, deixando a praça com outra cara para poder receber as crianças. Neste mesmo dia, somos surpreendidos pelo Diário gaúcho, que conta nosso início do projeto, caracterizado pela adoção da praça através dos cuidados! Assim, tivemos nossos primeiros alunos, que já passavam de 15, porém apenas 3 skates era o que tínhamos de início. Com passar do tempo, as coisas foram tomando forma, começamos a receber muitas ajudas para sustentar nossas crianças, tais como; skates, rampas; equipamentos. Assim, vimos grandes empresas e skatistas se fazer presente nisso: Nike, Luan de Oliveira, Flip e sobreskate....

Conseguimos mostrar que não apenas nos, mas todos deveriam ser esse amigo que ajuda as pessoas, o quanto isso é importante. Muitas pessoas se comoviam, chegando para ser voluntário, ajudar de algumas formas, skatistas visitando a praça, tornando de valor aquela que era entre as piores. Com isto, as emissoras começam a contar nossa história, foram mais de 10 até aqui, muitos jornais, rádios e sites.  Em 2018, terminamos com 100 alunos, lotando a quadra que ficou pequena, presenciamos passeios, que expandiram a mente e o coração das crianças. Aqui, vimos tantas e tantas alegro, vivemos emoções e certezas que tudo isso é bom.


O projeto se expandiu para palestras em faculdades e cursos, virou TCC de grandes faculdades, pois conseguimos mostrar a inclusão de crianças, jovens e pais. Logo no início de 2019, já começamos a mil com muitas crianças nas aulas, acrescentando mais voluntários ao projeto e novas metodologias de ensino. O projeto conta com aulas de skate todos os sábados, e também irá ter aulas de capoeira que começa no dia 03/05 nos dois turnos. Recentemente, atendemos a emissora tve que contou sobre nosso projeto, numa matéria muito especial que nos trouxe muita alegria!

Skate na Comunidade - Aniversário de 2 anos!
Local: Praça São Tomé
Horário: das 9h30 àas 12h30
Dia: 20 de abril de 2019
Entrada gratuita.


Últimas Prof. Bruno

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS