Domingo, 17 de NOVEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

DV TECH

O mercado de streaming de vídeos está prestes a ficar mais competitivo

Publicada em 03/05/2019 às 15h43| Atualizada em 06/05/2019 às 09h09

Stranger Things, House of Cards, Orange is the new Black. Quem conhece ou assina a Netflix já ouviu falar desses e outros grandes sucessos já produzidos pelo serviço de streaming. E todos querem um pedaço dessa fatia de sucesso dos serviços de filmes e series sob demanda. Nos últimos anos, diversos concorrentes da Netflix surgiram, com destaques para o Amazon Prime Video e Hulu. 

Será que o mercado ainda vê espaço para mais concorrentes: bem, segundo a indústria, sim. Prova é de que nos últimos meses foram anunciados o Disney +, Apple TV+ e Paramount+.  

O Apple TV+ talvez seja o streaming mais inesperado, já que se trata de um serviço oferecido por uma empresa focada principalmente em hardware, como o iPhone, iPad, Apple Watch. O catálogo de séries exclusivas da Apple conta com nomes de peso como M.Night Shyamalan, Jennifer Aniston, Oprah e Steven Spielberg. O serviço deve estar disponível em mais de 100 países até o final do ano. Seu preço, porém, ainda não foi divulgado. Apesar de ser um serviço da Apple, o TV+ vai funcionar em diversos modelos de Smart TVs e sticks como Fire TV e Roku. 

O Disney+ trará para os amantes dos desenhos de Walt Disney um catálogo extenso de filmes e séries já consagrados do estúdio, como produções da Marvel, Pixar, National Geographic e a saga Star Wars. Além disso, o serviço contará com produções originais exclusivas para os assinantes, como séries documentais da Marvel e curtas metragens da Pixar. Ao contrário do Apple TV+, o Disney Plus já tem preço (pelo menos lá no exterior):$6,99 mensais. O serviço será disponibilizado mundialmente por etapas, iniciando pelos Estados Unidos. No Brasil, a previsão é que ele chegue apenas no primeiro trimestre de 2021. 

Por último, temos o Paramount+, que chega dia 7 de maio no Brasil. O serviço vai custar R$19,90 por mês e disponibilizará títulos consagrados como Handmaid’s Tale, que estava disponível no Brasil apenas para assinantes do Globo Play. O streaming vai contar ainda com séries como iCarly, da Nickelodeon, e Catfish, da MTV.  

Falando em Globo Play, o grupo Globo segue investindo fortemente na divulgação de seu serviço próprio de conteúdo sob demanda. Entre os diferenciais, estão capítulos completos de novelas clássicas como Senhora do Destino, câmeras exclusivas do Big Brother Brasil e séries originais como “Assédio” . Custa R$19,90 mensais. A sua principal concorrente na tv aberta, a Record TV também tratou de lançar seu serviço próprio, o Play Plus, que oferece a programação do canal aberto, além de conteúdos originais, bastidores e programas da ESPN, Disney e Play Kids. Custa entre R$12,90 e R$32,80. 

Com tantas e tantas opções de programas e séries, a pergunta de 1 milhão de dólares é: será que as pessoas irão desembolsar tanto dinheiro por serviços de streaming? 

Últimas DV TECH por Pedro Nunes

Paginas: [1] 2 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS