Quinta-feira, 05 de DEZEMBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

ubuntu viamão

2º Capoeira Sempre Mais

Publicada em 14/08/2019 às 11h45| Atualizada em 19/08/2019 às 11h49

O Evento Capoeira Sempre Mais está em sua segunda edição com o batizado e troca de cordas dos alunos do Grupo Muzenza em Viamão e tem o objetivo divulgar a Capoeira como arte, educação, cultura e lazer de forma integra para a sociedade em geral, e conta com a participação de alunos da Escola Lápis de Cor  (Educação Infantil e Ens. Fundamental), alunos de um projeto social da Associação Beneficente Cultural Recreativa e Esportiva (ABCREI ), que fica no Bairro São Lucas, Beco dos Soares, 765 – Viamão (Próximo aos Bombeiros na parada 43) e Associação Beneficente Comunitária Tia Lolo do ônibus que fica localizada na Rua Pedro Moreira Lobato 479, vila Orieta.

É um evento democrático de ampla participação popular que incentiva a prática da capoeira como expressão artística e valorização profissional de seus agentes culturais. Promover um espaço de estudos troca de experiências entre capoeiristas locais e Mestres de outras localidades a respeito da cultura afro-brasileira através da Capoeira.

A exemplo da Primeira Edição, realizada em 2018, (2º Capoeira Sempre Mais) terá o envolvimento de seguimentos da comunidade local, com a participação de estudantes e moradores de todos os bairros da cidade, sem distinção de idade, gênero, credo, raça e nível econômico. Esperamos ainda que esse evento se torne uma atração turística, como é realidade com outros festivais, feiras e exposições na nossa região, atraindo muitas pessoas e proporcionando a promoção do desenvolvimento econômico por meio do crescimento cultural.

O que é o batizado de Capoeira?

O Batizado é a data mais importante para o capoeirista, pois é neste evento que o aluno será apresentado ao mundo da Capoeira, podendo mostrar aos expectadores presentes as habilidades e as técnicas aprendidas durante seu treinamento. Será realizado também uma troca de cordas demonstrando assim, que o praticante está passando para uma nova fase do aprendizado, tendo à frente novos desafios a serem vencidos, também é uma forma de inclusão social e educacional. A questão da inclusão está na essência da capoeira, sua história sempre esteve associada aqueles pela afirmação de sua identidade, direitos e valores culturais. Por isso, a capoeira tem grande vocação para incluir e agregar pessoas.

A Lei 10.639 tornou obrigatória a inclusão, no currículo das escolas de ensino fundamental e médio (públicas e privadas), o estudo da História e Cultura Afrobrasileira. Salientamos que a Capoeira foi o 14º bem cultural registrado no Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN) e Ministério da Cultura (MinC), que também incluíram o Ofício dos Mestres da Capoeira no Livro dos Saberes e a Roda de Capoeira no Livro das Formas de Expressão, sendo que no ano de 2014 a UNESCO reconhece a Roda de Capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A capoeira está forte e difundida e finalmente o governo está do lado dos capoeiristas.

Últimas Ubuntu Viamão

Paginas: [1] 2 Próxima »

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS