Segunda, 20 de NOVEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

foco no pré-natal

Plano para aumentar partos inicia com visita do prefeito ao Hospital

por PMV | Publicada em 07/06/2017 às 17h| Atualizada em 12/06/2017 às 14h34

A última terça-feira (6) representou um marco para o protocolo firmado entre Secretaria Estadual de Saúde (SES), Instituto de Cardiologia Hospital de Viamão (HCV) e Prefeitura Municipal que prevê a qualificação da atenção ao pré-natal. Pela manhã, aconteceu a primeira visita das gestantes, que entraram no terceiro trimestre de gravidez, ao hospital, para conhecer o fluxo de atendimentos. Lá foram recepcionadas pelo prefeito, André Pacheco, pelo secretário de Saúde, Luis Augusto Carvalho, pelo diretor Administrativo do HCV, Leandro Santos, pela coordenadora da maternidade do HCV, enfermeira Mônica Jaimer, e pela coordenadora da Estratégia de Saúde da Família, enfermeira Michele Galvão.

Queli Patrícia dos Santos Rios, 34 anos, está na 33ª semana e espera seu quarto filho, um menino. Ainda faltam cerca de dois meses para ele vir ao mundo, mas a preocupação é grande, principalmente porque ouviu boatos de que a maternidade iria fechar. A verdade é que diante da crise que abalou o Hospital, uma das soluções apresentadas para baixar os custos era o fechamento da maternidade. Em abril, um acordo foi firmado entre as partes para que o processo fosse revertido e dobrasse o número de partos no HCV.

 O diretor Administrativo ressalta que o Hospital está fazendo obras para melhorar o atendimento na maternidade.

--- Esta é a primeira visita. A ideia é possamos oferecer este primeiro contato com o hospital para um grupo diferente, todas as semanas --- explica Leandro Santos.

O secretário de Saúde disse estar muito feliz por todos estarem envolvidos em prol da qualificação dos nascimentos na cidade.

--- Peço que vocês divulguem para todas as gestantes como estão sendo atendidos no pré-natal e aqui no hospital --- acrescenta Carvalho.

A enfermeira Mônica expressa que a proposta do Hospital é trazer mais segurança para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e qualificar os serviços oferecidos.

--- É muito importante proporcionarmos este acolhimento, mostrando todos os locais que irão passar: onde chegam, como serão atendidas, para onde vão. O nascimento é um momento de alegria para nós e queremos que tudo dê certo nesta hora especial --- explica.

Mônica também fala do incentivo ao parto normal e à amamentação. Ao final da visita, as gestantes tiveram uma consulta com a obstetra Lúcia Zimmer, que falou sobre o preparo da equipe para o atendimento ao recém nascido e sobre a importância do acompanhamento pré-natal.

--- Temos uma equipe muito boa e qualificada para entender a angústia da futura mamãe. Sabemos que a gestante precisa de um apoio especial neste momento especial, onde nasce uma nova vida --- finaliza.

 A coordenadora da Estratégia de Saúde da Família (ESF), enfermeira Michele Galvão, explicou que cada gestante que realizar a primeira consulta pré-natal na unidade de saúde, vai receber na sua Carteira de Gestante um carimbo que sinaliza sua referência ao HCV para parto. Os profissionais que realizam atendimentos de pré-natal realização curso de qualificação da atenção ao pré-natal de baixo risco, em parceria com a SES e HCV, nos meses de junho e outubro.

A relação/comunicação entre o Hospital e SMS irá estreitar e, semanalmente, serão enviados relatórios sobre os atendimentos a gestantes que forem realizados no Hospital para que a rede municipal de saúde possa identificar e acompanhar o pré-natal destas gestantes. Semanalmente também serão enviados relatórios pelo HCV sobre os partos que foram realizados para que a SMS marque a primeira consulta da mamãe e bebê na unidade de saúde mais próxima de sua residência. O Hospital terá acesso ao prontuário eletrônico e às consultas pré-natal realizadas pela gestante, o que tranquilizará a equipe médica na hora do parto.

Ao final da visita Queli, acompanhada do marido, Fabio Costa, estava confiante. Maria Luzia Oliveira, 22 anos, que espera seu segundo filho, também teve a mesma reação. Já Jaqueline Cassiano, 40 anos, espera por seu quarto filho. O último tem 14 anos. Ela conta que está fazendo o pré-natal na UBS Cecília, diferente dos outros três, que fez na rede particular.

--- Me surpreendi, pois estou sendo muito bem atendida e acompanhada. Estava insegura quanto ao local onde dar à luz, mas depois desse acolhimento, fiquei tranqüila.

 

Leia também

Acordo entre Prefeitura, Estado e HV garante maternidade

Plano para aumentar partos será apresentado semana que vem

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS