Segunda, 10 de DEZEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

mobilidade urbana

No último feriado motoristas demoraram 1 hora para cruzar intersecção

Viaduto: o que falta para obra começar

por Vinicius Ferrari | Publicada em 08/02/2018 às 15h54| Atualizada em 14/02/2018 às 17h26

Com o feriadão de carnaval chegando, se aproxima também o drama de viamonenses e veranistas de todos os feriados: o entroncamento da RS 118 com a RS 040. No feriado de Nossa Senhora de Navegantes/Iemanjá na última quinta-feira, os motoristas levaram quase uma hora para passar pelo entroncamento rumo ao litoral, o que não aumenta só o tempo de viagem dos veranistas, mas também atrapalha quem quer circular pelo centro da cidade ou acessar os bairros do entorno.

Se antes o Governo do Estado anunciava o início das obras do viaduto para o mês de fevereiro, agora não se fala mais em prazos. Em entrevista a GaúchaZH, o presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes falou sobre os entraves que faltam resolver antes da obra sair do papel, como definir por quais ruas da cidade o trânsito será desviado durante a construção, até porque estas ruas deverão receber pavimentação ou reforço no asfalto já existente para suportar o tráfego intenso.  

-  O projeto é um pouco complexo. Já estamos trabalhando na sua adequação e estudando a logística necessária para a execução dos serviços - diz Nunes.

Até o final de semana a EGR deverá receber a titularidade da licitação realizada em 2011. Em posse deste documento o órgão deverá entrar com o pedido de licença ambiental junto a Fepam.

A obra foi anunciada em novembro pelo secretário de transportes, Pedro Westphalen em uma reunião em Viamão, e prevê um investimento de 14 milhões de reais. A construção do viaduto da RS 118, como todas as obras que envolvem a rodovia, se arrasta por anos. A licitação foi assinada em 2010 e previa um investimento de R$ 33 milhões, com 12 melhorias em intersecções e uma obra mais complexa, com alças mais modernas. O novo projeto, 54% mais barato que o original é bem mais modesto, mas promete garantir alívio para os motoristas da região metropolitana. Para que a obra saísse do papel foi preciso estender a concessão da EGR até a entrada do centro.

 

Viamonense vai continuar isento 

 

Assim que o anúncio da obra foi feito muitas especulações surgiram principalmente sobre a tal concessão do RS 040 até o centro. Teve até vereador gravando vídeo no pedágio dizendo que entraria em discussão a extensão da concessão até a parada 31 e o cancelamento da isenção de pagamento de pedágio aos veículos viamonenses.

Em nota ao Diário de Viamão, a assessoria de comunicação da Empresa Gaúcha de Rodovias negou as duas informações. O vereador Nadim Harfouche, que é do mesmo Partido Progressista do secretário de transportes, gravou um vídeo no gabinete de Westphalen desmentindo as especulações e reforçando que o viaduto será pago com os valores que já estão em caixa da EGR. O secretário foi enfático em dizer que o viaduto sai.

Viamonenses e veranistas agradecem.

 

 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS