Domingo, 22 de ABRIL de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

saúde

ONU visita projeto viamonense sobre AIDS

por Assessoria PMV | Publicada em 19/03/2018 às 11h07| Atualizada em 20/03/2018 às 17h49

A experiência de Viamão do projeto Tô Dentro foi levada ao 11º Congresso de HIV/AIDS e, simultaneamente, o 4º Congresso de Hepatites Virais, que aconteceu em Curitiba (PR), no mês de setembro de 2017. “A experiência e metodologia desenvolvida aqui se tornou referência para diversas cidades, e agora, para outros Estados também”, comemora o prefeito, André Pacheco, que recebeu na tarde desta quarta-feira, dia 14, a diretora do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) no Brasil, Georgiana Braga-Orillard, e sua equipe.

A diretora da Unaids veio conhecer a exposição interativa, que está na Praça da Igreja Matriz, e ficou encantada com a forma como é apresentada, colocando a entidade como parceira no Galera Curtição. A Unaids trabalha em estreita colaboração com parceiros nacionais e globais para acabar com a epidemia da AIDS até 2030, como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “Temos interesse em parceria para poder ampliar o projeto e atender mais alunos na rede”, finaliza Georgiana.

Também estiveram presentes os secretários de Saúde e de Educação, Luis Augusto Carvalho e Carlos Bennech, respectivamente, a coordenadora da Política de HIV/Aids do município de Viamão, médica Maria Letícia Ikeda, as professoras da EMEF Nossa Senhora Conceição, 3º lugar no Galera Curtição 2017, Flavia Fernandes e Giselda Ramires, e os alunos Samyra Sades, 14 anos, e Gustavo Melo, 16 anos, ambos do 9º ano.

 

Tô Dentro

A exposição esteve na Praça Cônego Bernardo Machado, em frente à Igreja Matriz, na última semana e era destinada ao público jovem, com idades entre 12 e 16 anos. A apresentação é guiada a grupos de oito pessoas e leva cerca de 40 minutos para percorrer todas as cinco estações. Um dispenser foi colocado na Praça com camisinhas para serem retiradas gratuitamente pela população.

Na primeira estação, o grupo recebe informações sobre a epidemia de Aids no país e no município, bem como participa de uma enquete sobre como pega ou não pega o vírus. Na segunda estação, é ensinado como se coloca o preservativo, masculino e feminino, e o público é convidado a experimentar a sensibilidade do uso de camisinha, derrubando o mito de que “com camisinha se perde a sensibilidade, e qualquer outra desculpa que é utilizada para se proteger na hora “H”. Então camisinha no bolso e na cabeça!

Já na terceira estação todos se posicionam em frente a um espelho e assistem a um vídeo com relatos de uma pessoa que convive com o vírus HIV desde que nasceu. Na quarta estação, o grupo é convidado a participar de uma balada, onde escolhe um “ficante” com base na foto e no que gosta de fazer. Após escolher o parceiro, mais informações sobre o parceiro eram reveladas, como se tinha ou não o HIV, para mostrar que, “quem vê cara, não vê HIV”. E, na quinta e última estação, as pessoas são convidadas a refletir sobre o tema e uma profissional é disponibilizada para sanar as dúvidas finais. Esta, é a terceira vez que a exposição vai à Praça. A última, foi na Semana de Prevenção à Aids, em dezembro de 2017.

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS