Quarta-feira, 18 de JULHO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

investigação

A jovem Débora Moraes morreu depois de ser atropelada por uma moto quando atravessava a avenida Dorival de Oliveira, na parada 68. FOTOS | Perfil pessoal no Facebook

Quem atropelou e matou Débora? Veja os vídeos

por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 21/03/2018 às 15h04| Atualizada em 29/03/2018 às 23h01

Os investigadores da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí têm uma árdua tarefa. Desfazer o nó cego em que se transformou um acidente de trânsito que causou a morte da jovem Débora de Moraes Teixeira, residente no bairro Granja Esperança, em Cachoeirinha, e que neste dia 18 de março teria completado 23 anos.

Débora foi atropelada na madrugada do dia 11 de fevereiro passado quando atravessava a avenida Dorival de Oliveira, em Gravataí, na altura da parada 68, na companhia de duas amigas. Ela foi colhida por uma moto e jogada contra o meio fio cerca de 10 metros depois do impacto. As amigas nada sofreram.

O trabalho da polícia é quase como buscar uma agulha no palheiro. Com o que sobrou da carenagem da moto foi possível descobrir, num trabalho minucioso de investigação junto as agências que revendem motos na região, que se trata de uma moto da fabricante japonesa Suzuki, ano 2004 ou 2005, modelo GSX R750 Srad e nas cores vermelha e cinza.

 

Moto que atropelou Débora é parecida com a Suzuki da foto

 

Câmera de segurança

 

--- Não há um grande número de motos desta marca, modelo e ano em circulação. O que necessitamos e achar onde ela está, quem é que estava pilotando e qual a situação desta pessoa --- disse agora à tarde o delegado Newton Martins de Souza Filho, titular da 2ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha e que até o fim desta semana responde também pela 2ª de Gravataí, onde o caso está sendo investigado.

O delegado explicou, após analisar as imagens obtidas de uma câmera de segurança de uma empresa da região, que Débora atravessa a rua com duas amigas. Elas perceberam a aproximação da moto e se apressaram para concluir a travessia. Débora não viu, ficou para trás e foi colhida pela moto.

Outra revelação feita pelo delegado Newton Martins dá conta que o motociclista conduzia o veículo em velocidade acima do permitido para o local e cometia uma grave infração: estava empinando a moto, e o acidente aconteceu quando ele baixava a roda dianteira para o asfalto.

--- Mesmo com o impacto, e provavelmente por causa da velocidade em que estava, ele não caiu. Só deu uma balançada, retomou o equilíbrio e seguiu adiante, fugindo do local sem prestar socorro --- acrescentou.

 

Delegado Newton pede ajuda da população para esclarecer o crime

 

Da região

 

O policial admite a possibilidade de a moto e seu condutor serem de alguma outra cidade da região. Ele justifica que na noite do acidente era um período pré carnavalesco e que aquela região na parada 68 da avenida Dorival é ponto de encontro de jovens de Gravataí e muitos que vêm de fora, de outras cidades.

--- Estamos filtrando para ver quem tem esta moto na região. E mesmo que a moto já tenha sido consertada, o que é muito provável, uma perícia técnica pode determinar se isso aconteceu recentemente, ou não.

O delegado Newton Martins também apelou para que as pessoa que eventualmente tenham conhecimento do caso para que comuniquem as autoridades policiais. Para isso, recomendou que seja utilizado o WhatsApp-Denúncia da Polícia Civil, o site da Polícia ou os telefones (veja abaixo).

--- Quem tiver alguma informação que possa nos ajudar, por favor faça contato através de um dos canais disponíveis. A pessoa pode ficar tranquila que asseguramos sigilo absoluto --- garantiu.

 

CANAIS

 

Para denunciar através do site da Polícia Civil, clique aqui.

WhatsApp – Denúncia da Polícia: 8418.7814.

Telefone da 2ª DP de Gravataí: 3490.2953.

 

Confira abaixo o vídeo do momento do atropelamento de Débora Moraes e a entrevista do delegado Newton Martins para o Seguinte:.

 

 

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS