Terça-feira, 25 de SETEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

meio ambiente

Comitê do rio Gravataí se reúne em Viamão

por Vinicius Ferrari | Publicada em 10/05/2018 às 16h17| Atualizada em 15/05/2018 às 15h41

Pouco menos de dez quilômetros separam a sede do Diário de Viamão, no centro, do Assentamento Filhos de Sepé, nas proximidades do pedágio da RS 040, um nada se comparado aos muitos km percorridos pelos demais participantes da 339ª reunião do Comitê Gravatahy. Mais de 50 representantes de órgãos, prefeituras, instituições e associações de nove municípios da região metropolitana se reuniram, na última terça-feira, 8, no centro de formação do assentamento do MTST, com direito a banner da Frida Kahlo e bandeira do movimento ornando as paredes.

 

 

O que todos estes representantes de Viamão, Gravataí, Canoas, Cachoeirinha, Porto Alegre, Taquara, Glorinha, Alvorada e Santo Antônio da Patrulha tem em comum é o Rio Gravataí, que através de arroios, banhados e sangas passa suas águas pelos municípios. A título de curiosidade: Viamão é um dos municípios por onde mais passam as águas do Gravataí, principalmente pelos Arroio Fiúza e Alexandrina, além do Banhado dos Pachecos.

- Viamão, juntamente com Santo Antônio da Patrulha e Glorinha utilizam bastante a água do rio Gravataí para a produção rural, principalmente do Arroz – acrescenta o presidente do Comitê, geólogo Sérgio Cardoso.

Devidamente acomodado na mesa de trabalhos, Cardoso inicia a tradicional reunião do Comitê Gravatahy, onde durante mais de duas horas, mensalmente, seus membros refletem sobre o presente e, principalmente, projetam o futuro do rio que abastece indústrias, lavouras e a população da região.  

Durante a reunião foram tratados, com debates fundamentados em argumentos técnicos, assuntos como a dispensa de outorga para barragens e açudes para uso na irrigação com água do Rio Gravataí e a renovação do convênio com Governo do Estado. Ficou decidido também como ficará a composição do colegiado, quem perde cadeiras e quem ganha. Também constava na pauta a reunião do conselho da APA do Banhado Grande, na última segunda-feira.

Quando as águas do Rio Gravataí começaram a ficar turvas, em dezembro passado, o Comitê formou um grupo de trabalho com os membros da Indústria, Agricultura e Saneamento para averiguar como cada setor usa as águas do Gravataí. Durante a reunião foram apresentados os primeiros resultados deste trabalho.

Antes do assentamento Filhos de Sepé oferecer o centro de formação para a reunião deste mês, o Comitê passou por Alvorada no mês passado e o próximo destino é Santo Antônio da Patrulha, na segunda terça-feira de junho.

- Como o Comitê Gravatahy é o fórum para discussão, uma estrutura de Estado e não de Governo, o envolvimento dos municípios é fundamental para envolver os atores locais, pois embora o colegiado possua representação de todas estas entidades e municípios, o contato local é muito importante e precisa ser valorizado – diz Sérgio, que também tem uma coluna no Diário de Viamão e no Seguinte.

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS