Quarta-feira, 14 de NOVEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

transporte municipal

ATUALIZADO | MP recomenda que prefeitura cancele aumento das passagens

por Vinicius Ferrari | Publicada em 26/06/2018 às 17h27| Atualizada em 01/07/2018 às 16h23

A judicialização da política, que os co-irmãos de Gravataí conhecem de perto, parece ter chego para ficar em Viamão. Com apenas cinco, dos 21 vereadores, a turma da oposição ao Governo André Pacheco tem recorrido ao Ministério Público sempre que entende que algum projeto tramitou de forma equivocada, ou que alguma decisão do governo não é constitucional.

A última foi um pedido ao MP para que intercedesse no caso do aumento das passagens municipais, que subiram R$ 0,30 centavos por viagem através do Decreto Municipal 025/2018, protocolado pelos vereadores de oposição Guto Lopes (PSOL), Nadim Harfouche (PP), Armando Azambuja (PT), Adão Pretto Filho (PT), Rodrigo Pox (PDT), além do ex-lider de governo Evandro Rodrigues (PSDB).

Na última sexta-feira, 22, a promotora de justiça Karina Bussmann Cabeda, acatou o pedido dos vereadores e emitiu uma “recomendação” ao governo municipal, dando prazo de 48h para que o valor da passagem voltasse ao anterior, sob pena de ajuizar ação de improbidade administrativa contra o prefeito.  No despacho, que pode ser lido aqui a promotora argumenta que, conforme a legislação, o poder executivo deve encaminhar projeto de lei para a câmara, todas as vezes que o reajuste na tarifa superar a inflação e não um projeto de lei, como foi feito pela prefeitura.

Passado o prazo de 48h, a reportagem procurou a Prefeitura de Viamão e aguarda um posicionamento sobre o tema. 

 

"O despacho da promotora está prejudicado"

O líder do governo, Igor Bernardes, aproveitou seu espaço de tribuna na sessão da última terça-feira, 26, para comentar sobre o despacho do Ministério Público. Se a questão das passagens deu o que falar nas redes sociais, parece que o fato do vereador Evandro Rodrigues, ex-lider do governo, ter assinado o encaminhamento ao MP junto com a oposição não agradou em nada a base governista. 

- O vereador Evandro passa por uma confusão gigantesca no mandato, uma hora é base, outra hora é oposição... - disse o líder, entre outras coisas que o Diário reproduz no vídeo abaixo, extraído da página de Igor no Facebook.  

- E o senhor cuide da sua vida! - respondeu Evandro. 

Sobre o aumento das passagens o líder da oposição disse que a matemática por traz do calculo tarifário é dura e que não deixa margens para erros. Que embora ninguém queira que a passagem suba de valor, é preciso compensar os sucessivos aumentos de diesel e insumos rodoviários e por fim que a lei citada no despacho da promotora, e que prevê que a Câmara tenha que aprovar os aumentos, é de 1995 e não está valendo mais, sendo substituida por outra de 2002, aprovada no governo Ridi. 

- Logo, o despacho da promotora está prejudicado! - diz o vereador. 

 

 

 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS