Sabado, 21 de OUTUBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

lançamento da GM

Nelson Silveira, diretor de Comunicação da General Motors falou sobre expectativas otimistas da GM no mercado brasileiro depois de apresentar a nova S10

GM lança uma nova S10, que só falta falar

por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 01/09/2017 às 10h22| Atualizada em 06/09/2017 às 15h32

Reportagem publicada no Seguinte:, site parceiro do Diário de Viamão

 

--- Nós somos otimistas. Otimistas cautelosos porque entendemos que a economia está voltando a crescer e o mercado automotivo, no nosso entendimento, deve ter um aumento de 7% a 8% neste ano, chegando a algo em torno de 2,5 milhões de unidades comercializadas.

Foi o que disse nesta quinta-feira, com exclusividade para o Seguinte:, o diretor de Comunicação da General Motors (GM) no Brasil, Nelson Silveira, logo depois do lançamento dos modelos 2018 da picape S10 , no estande da marca no Parque Assis Brasil, em Esteio, onde acontece a 40ª Expointer.

O otimismo estilo moderado-conservador-cauteloso da GM para com o futuro da economia do Brasil se mantém para o ano que vem, mesmo que 2018 seja um ano eleitoral, de acordo com Nelson Silveira.

--- Dependendo do que acontecer esperamos que o setor (automotivo, como um todo) possa vender entre 2,4 e 2,6 milhões de veículos no ano que vem, quando acreditamos que a economia deverá continuar com um crescimento positivo na mesma faixa de 2017 --- afirmou.

 

Nova S10

 

Sobre os novos modelos o diretor de Comunicação da GM disse ao colunista nesta quinta que a expectativa é de “muito boas vendas” considerando as inovações tecnológicas introduzidas na linha de montagem das picapes 2018, ao ponto de manter a S10 como líder de vendas no segmento, posto que ocupa há 20 anos mas que está sendo seriamente ameaçado, neste 2017, pela sua principal concorrente, a picape Hilux, da Toyota.

No ano passado a GM e sua S10 perderam a liderança no mercado nacional das picapes para a Toyota com sua Hilux. A japonesa emplacou 34.031 picames enquanto a norte-americana ficou em 26.558.

--- A gente (GM) está sempre evoluindo nossos produtos porque o consumir é muito exigente. O homem do campo quer tecnologia e por isso temos aprimorado cada vez mais a S10 que é para nos mantermos a frente no mercado --- explicou.

Silveira admite as dificuldades enfrentadas em relação à concorrente Hilux e disse que neste ano o mercado vem sendo disputado “carro a carro”, afirma que a GM já está recuperando espaços e que bateu a Toyota em julho e neste mês de agosto, com mais S10 vendidas do que a Hilux.

O lançamento da S10 Flex com transmissão automática, conforme Nelson Silveira, aumentou em mais de 40% as vendas do modelo que estão fechando este mês com cerca de 1.500 emplacamentos contra uma média de 700/800 carros vendidos antes da colocação do novo modelo no mercado.

 

Confira o vídeo com Gilberto Sasaki explicando ma evolução da S10.

 

Detalhes técnicos

 

Fui, vi e conferi.
Abaixo, detalhes técnicos dos novos modelos S10 que me foram passados hoje, na Expointer.

 

De acordo com pesquisas do marketing da Chevrolet, 87% dos compradores da picape S10 preferem as versões automáticas, mais o dobro e um pouco mais do que há 10 anos. A maior parte das vendas da picape, que representa 57% do total, corresponde às versões com motor flex.

Não é por nada que a marca resolveu oferecer versões flex automáticas na linha 2018. O modelo já está sendo entregue nas concessionárias e quase a totalidade da rede chega ao final deste mês de agosto com a picape na vitrine.

Os preços das automáticas flex começam em R$ 107.990,00 - versão LT 4x2 flex automática com motor 2.5, de quatro cilindros, injeção direta (sem tanquinho auxiliar de partida a frio), 206 cv de potência e 27,3 kgfm de torque.

A caixa automática tem seis marchas, nova calibração e novos componentes (como o controle eletrônico de escorregamento do conversor de torque) para trocas mais suaves e rápidas, segundo o que foi explicado na apresentação de hoje.

Uma das novidades é a adoção do padrão global de identificação do nome do veículo e da versão pela carroceria. O logotipo “S10” agora está na parte inferior das portas dianteiras e na esquerda da tampa da caçamba. No lado direito da mesma tampa está a identificação da versão.

A versão top de linha - LTZ - tem direção elétrica progressiva inteligente, alerta de colisão frontal, alerta de saída de faixa, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis e lanternas com LED, banco do motorista com regulagem elétrica, sistema OnStar Exclusive e multimídia MyLink.

 

O pêndulo

 

A transmissão automática de seis marchas da Chevrolet S10 diesel recebeu um pêndulo, que é como se pode chamar o sistema Centrifugal Pendulum Absorber (CPA). A novidade faz a caixa acoplar mais rápido, reduzindo vibrações e aumentando a eficiência energética em até 13%. O gerenciamento elétrico também foi modernizado para identificar quando o alternador não é necessário, melhorando a força do motor.

Na versão diesel 4x4, o consumo passou de 8,0 km/l na cidade para 8,9 km/l, melhora de 0,7 km/l. Já na estrada a nova picape passou de 9,2 km/l para 10,6 km/l, evoluindo da nota E no segmento para B. Na versão 4x2 foi de 8,4 km/l (cidade) e 10,4 km/l (estrada), para 8,8 km/l e 10,8 km/l.

A Chevrolet S10 manteve, entretanto, a motorização. Tem o 2.5 flex de 206 cv e 27,3 kgfm de torque, com etanol, que pode ser combinado ao câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. Na opção diesel quem empurra é o 2.8 turbo de 200 cv e 51 kgfm de torque. As transmissões são iguais as do modelo flex.

 

 

Ruído, que ruído?

 

De acordo com a explanação feita por Rogério Sasaki e Paula Paiani, do marketing da montadora que tem sede em Detroit, estado do Michigan, nos Estados Unidos, a maior novidade da S10 2018 é conforto. O nível de ruído diminuiu praticamente a zero na cabine. Para o passageiro parece um automóvel flex e nunca uma picape diesel.

O motorista percebe mais por causa  dos pedais, mas é muitíssimo menos do que o ruído e vibração do  modelo anterior. Vantagem para a Chevrolet S10 na briga pela liderança com a Hilux da Toyota.

A Chevrolet S10 2018 tem novo painel de instrumentos com um novo computador de bordo. Emprega o sistema soft touch no acabamento além de ter aparência premium. A central multimídia é a MyLink 2 que conta com GPS integrado.

 

PARA O CAMPO

 

A Chevrolet manteve a tradição de oferecer um excelente produto principalmente para quem quer uma picape para o trabalho pesado, como exige o homem do campo. Se “apertar” mais um pouco, o novo modelo é capaz até de falar!
Ou será que já fala?

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS