Sabado, 16 de DEZEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

dicas

O verdadeiro e o falso na Black Friday

por Fraga | Publicada em 24/11/2017 às 15h24| Atualizada em 25/11/2017 às 13h39

A insaciedade de consumo tem várias datas de furor comprador durante o ano: as ditas religiosas (Natal, Páscoa) e os dias em homenagem à família (Mães, Pais, Namorados, Dia da Criança etc). Outro apelo irresistível são as liquidações periódicas. O mercado se alvoroça nessas ocasiões e o comércio fica com a boca e o faturamento nas orelhas. Todo cuidado é muito pouco.

E como a globalização comanda o consumismo, o Brasil importou a Black Friday, um festival de promoções mundo a fora, com ofertas tentadoras. Pelo menos assim marcas e lojas propagam. Mas até onde a Black Friday é verdadeira quanto a preços e às vantagens apregoadas?  Ainda bem que agora o Brasil tem vários serviços de checagem de fatos.

A Lupa, a primeira agência de fact-checking do Brasil (ligada à Folha SP/Uol/revista Piauí), atacou esta Black Friday de frente: por vários meses pesquisou informações sobre ofertas de 30 produtos, para confirmação ou negação dos preços anunciados agora. E os resultados da pesquisa comparativa são resumidos em 8 selos, numa escala do melhor para o pior: Verdadeiro, Verdadeiro mas, Ainda é cedo para dizer, Exagerado, ContraditórioInsustentável, Falso e De olho.

A análise da Agência Lupa impressiona pela acuidade, clareza e objetividade. Por abrir os olhos do consumidor, o Diário sugere pôr a Lupa nos seus favoritos. E antes de sair comprando tudo que oferecem por aí na Black Friday, é bom conferir o que a Lupa aferiu. Além das avaliações focadas nessa grande liquidação mundial, consulte também As 10 perguntas mais frequentes. Você nunca mais irá entregar seu dinheiro por impulso!

 

Para ler a utilíssima matéria sobre a Black Friday, acesse o site da Agência Lupa.
Para conferir os sites de ofertas mais perigosos na Black Friday, com quase 180 empresas-armadilhas ainda no ar, acesse a lista de alerta e denúncia do Procon, via Infomoney.

 

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS