Segunda, 15 de OUTUBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

região

Activ, uma das versões do Onix que em setembro chegou à marca de um milhão de carros produzidos, 90% deles na fábrica da GM de Gravataí

Gauchinho da GM mira o trono de mais vendido de 2018

por Silvestre Silva Santos | Publicada em 03/10/2018 às 14h57| Atualizada em 08/10/2018 às 20h02

Não tem jeito. É de relho mesmo, como escrevi no começo do mês passado, que o Onix bate na concorrência mês após mês, rumo ao trono. Ou rumo ao primeiro lugar no pódio de carro mais vendido de 2018. E com direito a recorde tanto de vendas quanto de produção.

Mesmo em um mês complicado para as negociações se concretizarem (setembro teve só 19 dias úteis), o gauchinho que sai da fábrica da General Motors (GM) na aldeia dos anjos vendeu mais que o dobro do segundo colocado e bateu a soma do segundo e terceiro mais vendidos, juntos.

No mês passado, mais uma vez o Onix “made in” Gravataí vendeu mais que o dobro do segundo colocado: foram 17.980 unidades contra 8.625 carros HB20, da Hyundai e 8.084 emplacamentos do modelo Ka, da montadora Ford. Os dois – HB20 e Ka – travam  uma guerra particular pela segunda colocação no ranking.

O Gol, modelo da Volkswagen que por anos e mais anos foi o queridinho dos brasileiros ficou em quarto lugar enquanto o Prisma - também do Complexo Industrial Automotivo de Gravataí (CIAG) - conquistou a quinta colocação. Ambos na frente do Argo (Fiat, em sexto), Kwid (Renault, sétimo) e Polo (Volkswagen, oitavo). O Jeeep Compass e o Toyota Corolla fecham a lista dos 10 mais vendidos.

 

Solavancos

 

A instabilidade política, proximidade das eleições e o dólar superando os R$ 4,00 fizeram as molas da economia trabalhar em setembro. Depois do bom desempenho em julho e agosto, o setor automotivo fechou o mês com a queda de 0,9% e a venda de 204.684 automóveis e comerciais leves.  

O número menor de dias úteis em relação ao mês anterior prejudicou, só que a média diária de vendas aumentou 3,7%, com 10.772 unidades emplacada a cada dia útil do mês passado. O ano soma 1.779.798 emplacamentos, ou uma média de quase 198 mil, mais precisamente 197.755 novos emplacamentos a cada um dos nove meses de 2018.

 

PARA SABER

 

1

A General Motors emplacou 36.387 veículos, volume menor em relação a agosto, mas aumentou a participação mensal para 17,8% sobre 17,4% do período anterior. 

 

2

A Volkswagen voltou ao segundo lugar com 31.473 registros,  - 7,4% em relação a agosto. A participação de 15,4% aumentou comparada com os 13,3% do mês anterior.

 

3

A Fiat foi a terceira em setembro com 27.695 registros (13,5%), seguida por Renault – 18.866, apenas 112 veículos de vantagem sobre a Ford, que fechou o ranking das cinco maiores com 18.754 emplacamentos. Renault e Ford tiveram 9,2% de participação.

 

4

O Chevrolet Onix, cada vez mais líder, teve 17.981 emplacamentos, o dobro do segundo colocado ou mais a soma do segundo e terceiro. 

 

5

No ano, o compacto hatch fabricado em Gravataí soma 146.621 registros, também quase o volume dos dois seguidores somados.

 

6

Na briga pela segunda posição, o Hyundai HB20, com 8.625 unidades, ficou em segundo seguido pelo Ford Ka com 8.084 registros. 

 

7

O  Volkswagen Gol – 6.765, manteve a quarta posição e o Chevrolet Prisma, voltou ao quinto lugar com 6.532.

(do jornalista Gilberto Leal, coluna Sobre Rodas, site GaúchaZH)

 

DEIXANDO CLARO

 

Consolidado na liderança, o Onix apenas espera o ano acabar para conquistar o título do carro mais vendido no Brasil, em 2018. Os concorrentes não têm a menor chance de ameaçar o carro da General Motors.

 

Mais vendidos

 

1º - GM/Onix – 17.981

2º - Ford/KA – 8.680

3º - Hyundai/HB20 – 8.626

4º - Volkswagen/Gol – 6.765

5º - GM/Prisma – 6.532

6º - Fiat/Argo – 6.395

7º - Renault/KWID – 5.486

8º - Volkswagen/Polo – 5.318

9º - Jeep/Compass – 5.006

10º - Toyota/Corolla – 4.774

11º - Fiat/Strada – 4.696

12º - Renault/Sandero – 4.577

13º - Fiat/Toro – 4.575

14º - Volkswagen/Saveiro – 4.334

15º - Hyundai/Creta – 4.195

16º - Nissa /Kicks – 4.000

17º - Honda/HR-V – 3.972

18º - Fiat/Mobi – 3.537

19º - Volkswagen/Virtus – 3.524

20º - Jeep/Renegade – 3.386

Fonte: Fenabrave

 

 

IMPORTANTE

 

Quando foi lançado, em 2012, o Onix já apresentava atributos para ameaçar o então líder Volkswagem Gol. Após seis anos, a sua história não poderia ser melhor. Em 2015, se tornou o carro mais vendido do no Brasil e agora atinge a marca história de 1 milhão de unidades produzidas. Com a liderança nacional, o Onix também se consolidou como o mais vendido da América Latina. 

 

O Chevrolet Onix foi lançado em 2012 e produzido apenas em Gravataí até 2016, quando foi reestilizado e ganhou a versão Joy, mais acessível, essa produzida exclusivamente em São Caetano do Sul.

 

Hoje é vendido em seis versões (Joy, Advantage, LT, LTZ, Effect e Activ), duas opções de motores (1.0 e 1.4, ambos com oito válvulas e quatro cilindros) e câmbio manual ou automático de seis marchas.

 

Seu preço vai desde R$ 44.990,00 a R$ 68.490,00. Além do Brasil, o Onix abastece os mercados de Argentina, Paraguai, Colômbia, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Peru. 

 

O Onix foi o primeiro popular a ter central multimídia como opcional, o MyLink, um dos principais argumentos de compra do modelo até hoje.

(do jornalista Leo Fortunatti, coluna Motor1, site Uol)

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS