Terça-feira, 26 de SETEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

no seu bolso

Praça de pedágio da Freeway deve mudar do quilômetro 77 para o 59, após a fábrica da GM em Gravataí

A mudança do pedágio em Gravataí - e porque isso afeta Viamão

por Rodrigo Becker | Publicada em 08/02/2017 às 09h02| Atualizada em 13/02/2017 às 10h14

Segunda-feira acontece a primeira audiência pública em Gravataí para discussão da nova concessão da Freeway. Reunião reafirmará vontade da cidade de que praça de pedágio seja transferida para depois da GM

 

Se você gosta de passar férias ou finais de semana das praias de Tramandaí a Torres – ou em Santa Catarina –, a notícia da mudança da praça de pedágio de Gravataí deve lhe importar.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT já anunciou que a nova concessão da Freeway, que liga Guaíba a Osório, contempla uma antiga reivindicação da cidade de Gravataí: a mudança do local onde o pedágio é cobrado. Hoje, a praça fica próxima ao quilômetro 77 – bem no caminho entre os gravataienses e a capital gaúcha, o que leva milhares de veículos que se deslocam entre as duas cidades a pagar a tarifa, todos os dias.

Em Viamão, por exemplo, quem tem placa da cidade não paga o pedágio da EGR na ERS-040, em Águas Claras.

Lá em Gravataí, a solução encontrada não foi a isenção dos carros emplacados na cidade e sim a retirada da praça do quilômetro 77 para o 59 – quase na divisa com Glorinha.

É aí que os viamonense que viajam para o Litoral Norte ou Santa Catarina se afetam: terão de pagar mais um pedágio antes de chegar ao destino.

 

Tarifa é salgada

 

Se um carro sai do centro de Viamão com destino a Tramandaí, por exemplo, paga hoje R$ 12,60 de pedágio em Santo Antônio da Patrulha. Ali, a cobrança é feita só na ida. Na volta, todos são isentos.

Quando a praça de pedágio mudar e se os valores de hoje forem mantidos, o pedágio de Gravataí – que ficaria logo após a fábrica da General Motors na cidade –, cobraria do mesmo veículo que saiu de Viamão mais R$ 6,30.

No total, R$ 18,90 para rodar pouco mais 75 quilômetros pela Freeway.

 

A nova concessão

 

Ontem, a prefeitura de Gravataí divulgou a data da audiência pública que começa a discutir o assunto na cidade. A reunião acontece na próxima segunda-feira, dia 13, às 14h30 no auditório do SESC no centro da cidade.

A audiência terá a presença do diretor da ANTT, Jorge Bastos, que vai explicar os demais pontos incluídos na licitação que vai conceder o direito de exploração do pedágio na rodovia pelos próximos 30 anos. Um destes pontos é a construção de uma rodovia paralela à atual ligando Gravataí à Porto Alegre, o plano de manutenção e ampliação da Freeway e as demais contrapartidas da empresa que vencerá a licitação.

A Freeway é, hoje, a principal rodovia que liga os gaúchos às praias do Litoral Norte.

O prazo para mudança da praça de pedágio, de acordo com informações publicadas no site Seguinte:, é de dois anos após a homologação da licitação. Ate que todo o processo seja concluído, a Triunfo-Concepa teve a concessão prorrogada, segundo a ANTT. O risco era a estrada ficar sem manutenção após o fim do atual contrato em julho deste ano.

LEIA MAIS:

SEGUINTE: Prorrogação da concessão não altera luta pela troca do pedágio

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS