Sexta-feira, 17 de AGOSTO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

semana do esportista

Viamonense percorre 180 km por semana de bike ou correndo

por Vinicius Ferrari | Publicada em 21/02/2018 às 17h31| Atualizada em 22/03/2018 às 16h35

Se para os viamonenses que trabalham em Porto Alegre uma faixa exclusiva para ônibus economizaria tempo de deslocamento e o prolongamento de uma avenida até a cidade pode ser a solução para acabar com os engarrafamentos diários da RS 040, para Marcelo Brasil, 39 anos, estas duas soluções não alteram em nada seu trajeto diário até a empresa em que trabalha, na capital. Marcelo não depende de ônibus ou de carro para se locomover do centro de Viamão até o bairro Alto Petrópolis: metade da semana ele vai de bicicleta e a outra metade vai correndo, treinando para as provas que disputa. Com os 120 quilômetros percorridos de bike por semana daria para o viamonense ir até Gramado, na serra gaúcha. Já os 60 km correndo levaria Marcelo até a terra dos calçados Novo Hamburgo, ponto final do Trensurb.

- Eu tenho colegas que moram em Viamão também e passam de carro todos os dias por mim. Quando nos encontramos eles elogiam a minha força de vontade de trabalhar o dia inteiro e depois ter disposição para voltar para casa pedalando ou correndo. Quando eles fazem isso acabam me incentivando a querer fazer mais - conta Marcelo.

Mas nem sempre foi assim. Marcelo sempre foi corpulento e sedentário, chegou a pesar mais de 100 kg quando sofreu um enfarte. Foi a hora do basta: uniu a recomendação médica com a vontade de emagrecer e conseguir comprar as roupas que queria. Sem orientação médica, Marcelo começou uma dieta alimentar extremamente restrita e a fazer exercício por conta própria. O resultado além dos 15 kg a menos em três meses foram as contusões e machucados frequentes tendo que tomar até antibiótico para sarar.

Com a devida orientação o atleta passou a comer melhor e a se exercitar com mais frequência. Os km percorridos foram aumentando e o tempo necessário para fazer os trajetos diminuindo. Em dezembro de 2016 se inscreveu na primeira prova, uma corrida em Porto Alegre em que ficou em 6º lugar na classificação geral e em 1º na sua categoria. O resultado animou e Marcelo não parou mais, foram vários torneios e muitas medalhas ao alegretense que mora em Viamão a seis anos. A última competição, em Capão da Canoa, Marcelo ficou em 12º lugar na classificação geral, correndo ao lado de atletas de ponta.

- Isso tudo com o apoio da minha esposa, que me leva para todos os cantos competir, me incentiva a seguir em frente – diz.

 

 

Para continuar competindo o corredor precisa de empresas que queiram patrocinar suas competições. E pode ser de qualquer forma: gasolina, roupas de corrida, tênis, material de segurança ou com dinheiro para pagar as inscrições dos cerca de três campeonatos por mês que Marcelo disputa.  

- Se eu pudesse deixar um recado para quem é sedentário e não pratica esportes é: Bora lá correr! Nunca é tarde para começar a se exercitar. Eu mesmo era obeso, comecei a correr com 37 anos e hoje beirando os 40 sinto que a minha vida mudou demais para melhor. Esporte é qualidade de vida! – conclui o atleta.  

Para patrocinar Marcelo Brasil ou doar uma esteira que ele precisa para seus treinos, entre em contato pelo fone (51) 9.8593.6482 ou 9.8256.8080

 

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS