Terça-feira, 25 de SETEMBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

talentos daqui

Jogador viamonense dá show nos EUA

por Vinicius Ferrari | Publicada em 01/03/2018 às 15h52| Atualizada em 09/03/2018 às 11h38

Junyor Zanelatto, viamonense da Santa Isabel, tinha tudo para desistir do esporte. Começou a jogar futebol na escolinha Kibola aqui de viamão e após jogar por anos nos clubes de várzea da região metropolitana de Porto Alegre, inclusive em Viamão, Junyor finalmente havia conquistado um lugar na série ouro do campeonato gaúcho de futsal quando rompeu os ligamentos do joelho esquerdo. A série lesão tirou o sonho de brilhar no futsal profissional e foi determinante na sua decisão em deixar o país e ir morar com um irmão nos Estados Unidos para tentar mudar de vida.

Seis meses depois de se instalar na terra do tio Sam, Junyor percebeu que já era hora de voltar a malhar, até mesmo para fortalecer o joelho. Descobriu uma escolinha de futebol perto da casa onde mora, em Columbus no estado de Ohio. Despretensiosamente formou um time com alguns amigos e marcou uma partida contra o pessoal do Columbus Futsal. Os americanos gostaram tanto do futebol do viamonense que o convidaram para fazer parte do time. De lá para cá Junyor já venceu o campeonato regional de Ohio e Indiana e terceiro colocado no campeonato nacional. Foi convidado também a fazer parte da seleção americana de futsal e só não pode entrar por não ter a cidadania do país.

- Graças a Deus, mesmo não dando meu máximo por conta do joelho, consegui me destacar e ser reconhecido pelos outros clubes – conta orgulhoso.

Além de defender o Columbus Futsal nos jogos oficiais Junyor também deu aula na escolinha e palestras nas escolas, o que lhe garantiu muitos convites para trocar de casa. O novo clube, Zafira FC é formado somente por brasileiros e é considerado hoje o melhor time de futsal dos Estados Unidos. Após vencer o regional de Atlantic City, em fevereiro, o time se prepara agora para jogar novamente o campeonato nacional, que já venceu quatro vezes desde que foi fundado a 12 anos.

Mas afinal, qual é a diferença entre o tratamento dado no Brasil e nos Estados Unidos para o esporte?

- A diferença é do tamanho da luz! O investimento e atenção que se dá a todos os esportes aqui o Brasil, se começasse agora, levaria uns 30 anos para chegar perto dos Estados Unidos. O próprio campeonato nacional deles tem categorias desde o sub8 até o adulto! Nós precisamos investir mais, valorizar nossos esportistas e principalmente dar condições para que nossas crianças possam escolher qual esporte praticar – desabafa Junyor.  

Abaixo o Diário reproduz uma entrevista feita pelo canal “Columbos Brazuca” com o atleta viamonense. Confira!

 

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS