Segunda, 15 de OUTUBRO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

zé vacilão

Diego Nunes (centro) dá vida ao Zé Vacilão no Facebook

Dieguinho: o vereador youtuber

por Vinicius Ferrari | Publicada em 03/10/2018 às 17h11| Atualizada em 08/10/2018 às 20h01

O vídeo começa com o “Zé” acordando de um sonho com a ligação do chefe, p da vida com mais um atraso do funcionário. De costas para a câmera o patrão dá a Zé a notícia que nenhum funcionário quer receber: ele está no olho da rua. Ao sair de casa o simpático personagem ainda tem o carro roubado pelos traficantes da rua (os mesmos que no outro episódio venderam drogas para ele) e levou um fora da namorada. Transtornado, Zé tenta se matar, mas é salvo por um amigo que lhe dá uma lição de moral sobre o suicídio. Tema importante, mas muitas vezes negligenciado pela mídia e sociedade.  Este seria só mais um vídeo motivacional da internet, se o Zé Vacilão, personagem principal das historinhas não fosse interpretado por Diego Nunes, o Diegão, assessor do vereador Dieguinho na Câmara de Vereadores.

Dieguinho Santos foi eleito vereador para seu primeiro mandato em 2016, após trabalhar em funções administrativas no posto de saúde do Centro da cidade e logo virar coordenador da unidade. O jovem viamonense falando sobre valorizar a saúde angariou exatos 1.539 votos, o garantindo a 7º melhor votação de Viamão e dividindo a bancada do até então inexpressivo PSD, com o campeão de votos Maninho Fauri, que embarcou no partido de Gilberto Kassab depois de romper com o PT viamonense. Ser eleito vereador pela primeira vez deve ser como chegar em uma festa que já está acontecendo, onde os outros candidatos já estão desenvoltos, bem a vontade: a gente sempre acaba demorando um pouco mais para começar a dançar. 2018 com certeza é o ano de Dieguinho dançar, no bom sentido da expressão, pois além de ser 2º secretário da casa, parece com os vídeos conseguir transitar com destreza pelos dois assuntos que norteiam seu mandato: saúde e juventude.

 

 

No vídeo acima o tema era Setembro Amarelo, mas Zé já tomou todas e saiu dirigindo por aí, transou sem camisinha e usou drogas. Estes assuntos não foram escolhidos por acaso: são temas que retratam os dramas e mazelas dos jovens.

- No começo tivemos um pouco de receio de postar os vídeos, pois não sabíamos direito como as pessoas iriam reagir. Aqui na Câmara mesmo, o pessoal não concordou muito com os vídeos, achando que não ia ser bem visto lá fora. Nada disso se concretizou, pelo contrário. Estamos recebendo muito retorno bacana pelas redes e até dos colegas da câmara – conta Dieguinho.

Junto com os dois Diegos ainda fazem parte da criação dos vídeos os colaboradores do gabinete, Rafael Mahl e Átila Carvalho e não há definição de posições nas etapas de concepção dos vídeos: todos criam o roteiro, participam do processo de edição, pesquisa e distribuição nas redes sociais. E tem dado certo: juntos os cinco vídeos das histórias do Zé Vacilão, junto com os trailers já somam mais de 30 mil visualizações no Facebook.

-   A nossa intenção com os vídeos é trazer essas informações importantes sobre saúde de um jeito que o jovem possa se interessar e, claro, mudar seus hábitos. Se uma pessoa assistir nossos vídeos e passar a usar camisinha ou parar de dirigir alcoolizado, por exemplo,  já vamos ter feito alguma coisa para mudar as estatísticas e quem sabe, a médio prazo, nos tornar formadores de opinião para essa juventude – diz o vereador.

O Zé

Se você estiver andando pelas ruas do centro de Viamão e perceber uma aglomeração de pessoas pedindo fotos e autógrafos, não pense que é o Caio Castro ou o Chay Suede fazendo compras no comércio local. Provavelmente deve ser apenas o Diegão comprando um lanchinho por aí. 

- Pessoal do Rissul me reconheceu esses dias, já me pararam na rua e até bombom de uma loja de chocolates eu já ganhei por causa do Zé. Aqui na Câmara então, a zoeira não tem fim – se diverte o assessor protagonista das historinhas, que nunca fez aulas de teatro ou sonhou com a fama e que embora seja ão no apelido não é alto e muito menos gordo. 

 

 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS