Segunda, 19 de AGOSTO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

tudão do Diário

André Pacheco visitando obras do governo, em fevereiro deste ano | Arquivo Diário

POR DENTRO DA COLETIVA | As 13 que explicam os 6 de André Pacheco

por Rodrigo Becker | Publicada em 06/07/2017 às 09h56| Atualizada em 11/07/2017 às 11h25

Na quarta-feira pela manhã -- bem cedinho, às 7h --, o prefeito André Pacheco recebeu a imprensa da cidade para um café

 

O prefeito queria apresentar os números e as ações dos seus primeiros seis meses de governo -- além de metas e objetivos para os próximos seis. O Diário acompanhou a conversa, separou alguns assuntos que ainda vão virar pauta no jornal e traz agora, em numeradas, tudo o que foi dito no encontro.

 

Prefeito apresentou um power point com as realizações de sua gestão até aqui | Foto: Rodrigo Becker

 

1

Novos servidores

O prefeito apresentou um quadro que demonstra a contratação de 210 novos servidores concursados -- sendo 124 deles para os cargos de professor e 61 auxiliares administrativos, entre outros.

 

2

Reforma administrativa

André Pacheco voltou a defender a reforma administrativa e no plano de carreira, implementadas logo nos primeiros meses de sua gestão.

-- Torna a máquina pública mais eficiente em Viamão -- garante.

O destaque fica por conta da Comissão de Produção e Qualidade, instalada na Prefeitura, que tem a missão que avaliar cada servidor e conceder ou não um bônus pelo trabalho prestado. Assiduidade e cuidado com o equipamento público estão entre os critérios da "meritocracia".

LEIA TAMBÉM

TUDÃO DO DIÁRIO | Vem aí a meritocracia - e a era das reformas em Viamão

 

3

Mais partos no Hospital Viamão

O prefeito levou números sobre os nascimentos em Viamão para mostrar que a política de convencimento das gestantes da cidade de terem seus filhos aqui vem dando resultados positivos. Em maio, por exemplo, quando a estratégia começou a ser implementada, 60 partos eram feitos em Viamão todos os meses.

-- Hoje temos perto de 90. E nossa meta é chegar a 120.

LEIA MAIS

O FIM DA NOVELA | Acordo entre Prefeitura, Estado e hospital garante maternidade

 

4

Presídio -- ou presídios -- em Viamão

O prefeito contou que seguem as tratativas com o Estado para definição das contrapartidas necessárias à obra que deve começar logo na área da Fepagro, entre o Condado de Castella e a Vila Elza, e também sobre o novíssimo projeto para o segundo presídio da cidade, desta vez em Itapuã.

-- As licenças são municipais. Se alguém tem a preocupação de que as contrapartidas não serão cumpridas pelo Estado, pois bem: Viamão não vai dar as licenças se isso não estiver realmente garantido -- adianta André Pacheco.

Segundo ele, o acordo está sendo costurado com os órgãos de segurança pública, com intermédio do Ministério Público, da Justiça e também da OAB.

LEIA TAMBÉM

EXCLUSIVO | Itapuã pode ter presídio para 1200 apenados

Juíza de Viamão é a favor de casa prisional na cidade

 

5

Um uso para área da Fepagro

A área total do terreno da Fepagro em Viamão é de 140 hectares -- e só 10 devem ser usados para construção do presídio. Segundo o prefeito, fazem parte das conversas o interesse do Tecnopuc em assumir do terreno, mesmo com 430 apenados como vizinhos.

-- O Instituto Federal também pensa em algo sobre aquela área -- antecipa.

Essa seria uma estratégia para evitar que uma área grande e ociosa, com baixo interesse imobiliário por conta do presídio, virasse alvo de invasões e, no futuro, pudesse se tornar um favelão -- ou uma espécie de 'vila' para familiares de presos.

 

6

Números da crise

Um número que revela o tamanho da crise em Viamão: somente nos primeiros seis meses de 2017, a Secretaria de Assistência Social já prestou 1.272 atendimentos.

Hoje, 14.464 viamonenses fazem parte do Cadastro Único e recebem algum tipo de benefício social.

Outro dado alarmante: 919 mulheres foram atendidas pelo serviço vítimas de violência doméstica em 2017.

 

7

O tamanho dos orgânicos

-- Viamão é hoje o maior produtor de arroz orgânico da América Latina -- afirma André Pacheco.

-- E 80% dos produtos orgânicos vendidos em Porto Alegre são produzidos aqui.

Pensando nisso, ganhou prioridade transformar o atual quartel da Brigada Militar, na 36, em um centro de orgânicos do município -- para venda direta, por atacado e até um restaurante.

-- Isso depende, claro, da conclusão das obras do novo batalhão, que vai ficar no complexo Ana Jobim, atrás da UPA.

O processo todo deve se encerrar ainda no final deste ano.

LEIA MAIS

Nova feira de orgânicos será lançada em Viamão

 

8

Mais investimentos, mais empregos

André Pacheco revelou que está em tratativas avançadas com o Frigorífico da Borrússia, que tem interesse em se instalar na cidade.

-- Eles buscam um financiamento pelo Fundopem e Viamão tem as condições para recebê-los.

Contou a logística da cidade: fácil acesso por estrada para toda a região -- apesar das condições da ERS-118, isso é um diferencial.

 

9

Terreno para o Hospital

André Pacheco se disse empenhado em entregar ao Hospital Viamão o terreno ao lado do atual prédio para que Instituto de Cardiologia possa, enfim, começar a ampliação da unidade.

-- Estamos promovendo o leilão de terrenos públicos para usar o recurso na desapropriação do terreno.

Segundo ele, R$ 800 mil já foram arrecadados com a venda de dois terrenos.

-- Ainda faltam 4 terrenos e temos que chegar aos R$ 2 milhões para comprar a área.

-- Essa ampliação depende também do Estado. Estamos encaminhando isso junto com a negociação dos presídios. Afinal, vamos ter mais de 1,6 mil presos aqui usando também os serviços de saúde e com prioridade.

PARA ENTENDER A POLÊMICA

PSol tenta barrar leilão para o hospital; tucanos reagem

 

10

Licitação do transporte: finalmente liberada

O prefeito anunciou que no final de junho, foi liberado na Justiça o processo de licitação do transporte público em Viamão.

-- Serão investidos R$ 3,5 milhões no sistema urbano e mais R$ 1,5 milhão no rural.

Paradas novas, terminais e melhorias nas vias são esperadas a partir de agora.

-- Também quero enfrentar um assunto polêmico: as isenções. Hoje, 38% dos usuários não pagam nada. E isso encarece a passagem de todos.

LEIA MAIS

Para conter reajuste, André quer rever isenções

 

11

Um Procon para Viamão

André Pacheco anunciou a instalação do Procon em Viamão -- um departamento de defesa do consumidor.

A ideia é defender os direitos de quem compra bens ou serviços na cidade de práticas que ferem a Lei de Defesa do Consumidor

Mesmo que venha a 'chiadeira' das entidades.

 

12

Novas lâmpadas

O prefeito anunciou que deve abrir até agosto uma licitação para contratar uma empresa que vai operar todo o sistema de iluminação pública da cidade em troca do que hoje se arrecada com a CIP -- a Contribuição para Iluminação Pública.

-- Queremos um serviço melhor e mais eficiente. Trocar todas as 20 mil lâmpadas da cidade por LED, mais duradouras e mais econômicas.

LEIA MAIS

Viamão volta a cobrar iluminação pública na conta de luz

 

13

Asfalto

De janeiro para cá, Viamão recebeu cerca de 15km de asfalto -- e a intenção do governo é fechar o ano com 40km.

-- Isso é a metade do que a gente conseguiu fazer nos últimos quatro anos -- resume.

André Pacheco também apresentou números da Operação Tapa-Buracos e a previsão de pavimentação de 12 ruas para o segundo semestre.

-- O critério é a mobilidade urbana. Onde passa ônibus ou é importante para fazer ligação dentro do bairro ou com outros bairros.

 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS