Sexta-feira, 25 de MAIO de 2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

edital lançado

Jones Martins participou do anúncio ao lado do ministro da Saúde Ricardo Barros

HOSPITAL DO CÂNCER - Jones está grandão

por Rafael Martinelli | Publicada em 10/07/2017 às 22h02| Atualizada em 12/07/2017 às 18h45

Já rende dividendos Jones Martins se atirar na frente das balas que tem o presidente da República como alvo.

O discurso no Congresso contrário à renúncia no dia seguinte à delação do magnata caipira da JBS e a colocação do nome à disposição para ser o relator do inquérito contra Michel Temer deram um tamanho que dificilmente o próprio deputado federal de Gravataí imaginou ter ao assumir como suplente em Brasília, em maio do ano passado.

Se a notoriedade do advogado e ex-vereador da aldeia não foi das melhores ao aparecer no Jornal Nacional, da Rede Globo, tendo sua isenção para ser o relator questionada por ter recebido na campanha de 2014 uma doação de R$ 100 mil da conta de Temer, seu tamanho político ultrapassou a ligação direta do Jaburu, feita pelo presidente para agradecer o discurso, e as mensagens de WhatsApp que recebeu de lideranças regionais e nacionais do PMDB por se colocar como um fiel escudo do governo no momento da mais abissal crise.

LEIA TAMBÉM

A noite em que Temer ligou para Jones

 

Na manhã desta segunda, Jones roubou os holofotes ao ver anunciado, em meio à repetidas citações elogiosas do ministro da Saúde Ricardo Barros à sua articulação junto à bancada federal e ao Palácio do Planalto, o lançamento do edital para construção do Hospital do Câncer, junto ao Grupo Hospital Conceição.

Pela magnitude da boa nova, a construção de um Centro de Hematologia e Oncologia de R$ 100 milhões que mexe com a vida de pacientes e famílias de toda região metropolitana, incluindo Gravataí, roubou a cena da inauguração do novo Centro Obstétrico do GHC.

– O trabalho do Jones foi incansável nos bastidores – observou o ministro, que chegou junto ao deputado criador e presidente da Frente Parlamentar pela Construção do Hospital do Câncer, e agradeceu o movimento dele que uniu os 31 deputados federais e três senadores gaúchos na aprovação de uma emenda conjunta e impositiva de R$ 33 milhões no Orçamento da União.

– Um em cada quatro pacientes que chegam à emergência do Conceição tem câncer e não recebeu o diagnóstico. A grande maioria são pessoas pobres de Gravataí, Cachoeirinha, Viamão e toda região metropolitana, que precisam ir para a fila do Clínicas e da Santa Casa. É uma grande alegria fazer parte desse momento – emocionou-se Jones, que após o anúncio almoçou com a cúpula do GHC, com quem trabalha em conjunto desde o início do ano para avançar no projeto de construção, parado desde 2008, do hospital de 90 leitos, com diagnóstico, tratamento radiológico e transplante de medula óssea 100% SUS.

A conversa nos bastidores era de que o ministro-chefe da Casa Civil já tem a obra - com projeção de entrega em até três anos - como uma das prioridades do governo federal no Rio Grande do Sul.

O número 1 do governo Temer, para quem não sabe, é ao lado do prefeito Marco Alba um dos padrinhos políticos de Jones e não esconde a felicidade com a coragem do afilhado em tempos onde o Titanic esvazia dia a dia.

Com um futuro final feliz, a postura de Jones demonstrará que, se na política ficar em cima do muro é suicídio, é possível ir para o paredão e escapar vivo do fuzilamento.

Coragem continua sendo o nome do melhor colete à prova de balas.

 

O que dizem Jones e o ministro da Saúde

 

 

O HOSPITAL

O projeto prevê um prédio de sete pavimentos a ser erguido onde havia uma praça, ao lado do Hospital Conceição. O futuro Centro de Hematologia e Oncologia - Hospital do Câncer do GHC terá:

 

: 50 leitos para internação clínica

: 30 leitos para internação hematológica

: 14 leitos para transplante de medula óssea

: Investimento previsto: R$ 100 milhões

: Prazo para entrega: entre dois e três anos

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS