Quarta-feira, 21 de AGOSTO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

operação Descuido

Agentes do Gaeco buscaram contratos e licitações na Câmara hoje pela manhã | Fotos: Juarez Sant Anna/MP

COM VÍDEO | Ação do MP faz busca em contratos na Câmara

por Rodrigo Becker | Publicada em 01/08/2017 às 12h11| Atualizada em 07/08/2017 às 22h16

Antes das 9h, corredores da Câmara já estavam tomados por promotores, servidores do MP e soldados do 18º BPM em apoio à operação

 

Descuido -- esse é o nome da operação do Ministério Público em curso esta manhã e que investiga supostas práticas de corrupção ativa e passiva, organização criminosa e fraude à licitação na Câmara de Vereadores de Viamão.

O MP apura denúncias de supostos direcionamentos de licitações e fraudes na execução dos contratos, além de superfaturamento. Tudo sob comando da promotora de Justiça Karina Bussmann Cabeda, com a ajuda do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado -- Gaeco e do Núcleo de Inteligência da instituição, o Nimp..

De acordo com a assessoria do MP, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela manhã. Uma na Câmara, com apoio de pelo menos 12 soldados da Brigada Militar. Outros quadro apreenderam documentos em empresas envolvidas nos contratos investigados.

Pelo menos um servidor público também estaria entre os investigados, informou a assessoria do MP.

-- A investigação ainda está sob sigilo e não podemos comentar muito. Nem as promotoras devem dar entrevista a respeito.

A promotora Karina, no entanto, informa que até o momento não há indícios do envolvimento de vereadores nas supostas irregularidades.

Confira no vídeo a seguir algumas imagens da operação:

 

 

 

Câmara emite nota defendendo investigação

 

No início da tarde, o presidente da Câmara, Xandão Gomes, emitiu uma nota à imprensa se manifestando sobre a Operação Descuido, promovida pelo Ministério Público em Viamão. Confira:

“A investigação minuciosa, como é da tradição do órgão dedicado à defesa do interesse público,tem exclusivamente o objetivo de combater eventuais atos de improbidade administrativa e crimes licitatórios e não há indícios de envolvimento de vereadores na investigação.

Cabe destacar que o Ministério Público tem seu papel de investigar, uma vez que recebe denúncia. Tão logo tomamos conhecimento do processo, os setores responsáveis disponibilizaram todas as informações que pudessem colaborar no esclarecimento dos fatos.

É tradição da Câmara Municipal de Viamão agir de forma correta e voltada aos interesses do povo que representa. De forma clara, lisa, limpa, transparente e soberana, honrando a sua história e os compromissos com a cidade. A missão vai prosseguir dentro dos ditames da lei e da seriedade. Foi o compromisso que assumimos na posse e que repetimos a cada dia”.

 

Viatura da Brigada Militar deu guarda à ação do MP hoje pela manhã | Foto: Rodrigo Becker

 

 

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS