Sabado, 16 de DEZEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

tapir

Assembleia Legislativa inaugura espaço Tapir Rocha

por Assessoria AL | Publicada em 27/11/2017 às 12h31| Atualizada em 28/11/2017 às 14h56

O político viamonense Tapir Rocha será homenageado com a denominação do espaço municipalista da Assembleia Legislativa (AL). O evento será nesta segunda-feira, 27, às 15h no andar térreo da AL.Tapir foi defensor ferrenho do municipalismo e do socialismo, lutou contra a ditadura, durante a qual foi cassado e preso. A proposta, aprovada por unanimidade, é do deputado Pedro Ruas. “Ninguém melhor do que Tapir Rocha para receber essa homenagem, pois ele teve uma trajetória de muita luta e de grande visão sobre a importância do municipalismo”, destaca Ruas.

 

QUEM FOI TAPIR

Na política iniciou como o vereador mais votado do antigo PTB em 1959, reelegendo-se como o mais votado do município em 1963. Foi perseguido pela ditadura, teve seu mandato cassado e foi preso, permanecendo 41 dias no cárcere do DOPS - a polícia política do regime militar.

Como vereador, liderou o Movimento dos Agricultores Sem-Terra em Itapuã, onde foi realizada a reforma agrária durante o governo de Leonel Brizola.  Após os anos de chumbo, com a volta dos exilados, Tapir Rocha articulou a organização do PDT em Viamão. Em 1982 elegeu-se prefeito. Com uma administração voltada às obras de benefício aos mais pobres, e com sua personalidade carismática, encerrou seu mandato com altos índices de popularidade. Em 1988, conseguiu articular a eleição de seu sucessor, Jorge Prates Chiden, para prefeito.

Conhecido em toda a Região Metropolitana de Porto Alegre tornou-se o primeiro (e único até hoje) deputado estadual da história de Viamão. Durante seu mandato na Assembléia Legislativa, o município ganhou a nova Companhia da Brigada Militar na parada 32, o Corpo de Bombeiros, a Avenida do Trabalhador e novas centrais automáticas da antiga companhia telefônica estatal CRT.

Tapir opôs-se ao movimento pela emancipação municipal do 4º Distrito, que congrega as maiores vilas de Viamão, na divisa com Porto Alegre.  Tapir Rocha tentou a reeleição para a Assembléia Legislativa em 1994, mas não conseguiu. Apoiado por Tapir, o candidato Pedro Negelinski partiu para a disputa pela prefeitura, sendo derrotado pelo "frentão" liderado pelo PMDB, tendo como candidato Pedro Antônio de Godoy.

Em 1996, Tapir lançou-se candidato a prefeito de Viamão novamente, para tentar recomeçar sua trajetória ascendente da política local para a política estadual. Além disso, julgava-se que, depois da derrota de 1992, o PDT só teria uma vitória garantida tendo o próprio Tapir Rocha como candidato. Para grande surpresa até mesmo dos adversários, Tapir acabou derrotado por Eliseu Chaves "Ridi".

Em 2005, a rodovia RS-040, que liga Porto Alegre ao Litoral, passou a chamar-se Rodovia Tapir Rocha, por lei aprovado por unanimidade pela Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, sendo sancionada pelo então governador Germano Rigotto.

Em 2008, foi inaugurado um busto de Tapir Rocha no canteiro do Calçadão Tapir Rocha, ao lado da Prefeitura de Viamão.

 

 

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS