Terça-feira, 22 de OUTUBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

house of cards

Contas de Bonatto foram reprovadas na Câmara

por Vinicius Ferrari | Publicada em 21/03/2019 às 20h46| Atualizada em 24/03/2019 às 20h06

As contas do ex-prefeito Valdir Bonatto (PSDB) do ano de 2013 foram rejeitadas pela Câmara de Vereadores. Os únicos vereadores que votaram pela aprovação foram Francinei Bonatto (PSDB) sobrinho do ex-prefeito, e o vereador Armando Azambuja (PT).  Abaixo o Diário preparou um resumão sobre a tarde que pôs fogo na política viamonense.

PARA ENTENDER A HISTÓRIA TODA 

As contas dos ex-prefeitos são avaliadas por órgãos reguladores como Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Ministério Público de Contas do Estado (MPC). Por fim os vereadores devem votar se aprovam ou reprovam as contas do político em questão. 

Na sessão de hoje, os vereadores apreciaram as contas do último ano de governo Alex Boscaini (PT) e dos quatro anos de governo Valdir Bonatto (PSDB). Até aqui todo mundo comigo? 

Como base técnica para aprovar ou reprovar as contas os vereadores tiveram dois relatórios para apreciar, que inclusive foram distribuídos pelos assessores dos vereadores para o público nas galerias.  

Um deles é o parecer do TCE aprovando as contas do ex-prefeito Bonatto. Porém os vereadores alegam que o órgão é político, já que seus conselheiros são indicados pelos governadores de estado, mais ou menos como acontece no governo federal com os ministros do STF. 

Já o outro relatório é do MPC que reprova as contas do ex-prefeito e inclusive fixa multa em mais de R$ 17 milhões de reais. O vereador Francienei Bonatto, único a usar o microfone para defender o tio,sustenta que o MPC é o órgão que aponta, mas quem julga é o Tribunal de Contas, este que aprovou as contas. Ou seja, categorizou a votação de hoje como manobra política para tirar Bonatto tio das eleições de 2020.

BABADO CONFUSÃO E GRITARIA 

Peço de antemão desculpas aos leitores por utilizar essa expressão, mas não há outra que classifique a tarde de hoje. A gritaria comeu solta, entre apoiadores do ex-prefeito Bonatto e o vereador Evandro Rodrigues (quase ex-PSDB). Uma ex-secretaria quase precisou ser retirada pela segurança da Casa por não permitir que a sessão continuasse. 

Entre mil e uma acusações, a mais grave foi levantada pela vereadora Belamar Pinheiro (PSDB) que foi até a polícia dizer que André Pacheco estaria a coagindo para votar pela reprovação das contas de Bonatto. Essa acusação foi, inclusive, gritada aos quatro ventos em cima de um carro de som pelo centro da cidade, poucos instantes antes da sessão começar.

Já Evandro mostrou um áudio na tribuna onde a vereadora pediria R$ 137 mil ao prefeito para votar contra Bonatto.  O áudio parece ter sido gravado de longe, então não fica muito claro o que se ouve. Ao certo se ouviu a vereadora dizer que devia R$ 137 mil.

A treta motivou um pedido de Comissão Processante por parte do vereador Nadim Harfouche, ex-companheiro de partido de Belamar. Nadim entende que o áudio é motivo para cassação do mandato de Belamar como vereadora.

Belamar não estava na sessão.

ELEIÇÃO SEM BONATTO É FRAUDE 

Todo Lulista que se preze  gritou aos quatro ventos em 2018 que eleição sem Lula era fraude. O ex-presidente da república havia sido indiciado naquele momento, e condenado logo depois, por corrupção e tentava ser candidato, novamente a presidente da república. 

Agora, um ano depois,  Valdir Bonatto do PSDB, ex-prefeito da cidade pode estar vivendo o mesmo. Nas galerias já se ouvia a tese de que os vereadores não estavam julgando as contas dele com lisura e que tudo era um julgamento político para que evitar que o ex-prefeito concorresse em 2020. 

De fato, se a eleição não for contestada judicialmente, Bonatto pode perder os direitos políticos pelos próximos oito anos, igualzinho o Ridi (PT) que só pôde concorrer em 2012 por ter suas contas impugnadas.

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS