Segunda, 20 de NOVEMBRO de 2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

tudão do Diário

Na posse de André Gutierres, o prestígio dos aliados. Faltou só Nadim, que foi, votou e não ficou | Divulgação, PP

O que muda no PP com André Gutierres no comando?

por Rodrigo Becker | Publicada em 23/05/2017 às 10h03| Atualizada em 27/05/2017 às 10h17

 

Muito: partido se aproxima ainda mais do governo e isola Nadim Harfouche, cada vez mais com os pés Oposição

 

Sábado, o PP de Viamão escolheu o vereador André Gutierres para ser o presidente da sigla na cidade. Ele desbancou a hegemonia do grupo ligado ao colega de bancada Nadim Harfouche, que participou do encontro, votou e foi embora.

Os significados da ascensão de André são muitos: o primeiro deles e talvez o mais importante é aproximação com o governo. O segundo, o isolamento de Nadim.

André Gutierres é o líder do governo André Pacheco na Câmara. Assumiu a função com a desistência de Belamar Pinheiro, do PSDB, há pouco mais de uma semana. E a primeira fogueira do novo líder nada teve a ver com a inquisição: as bruxas eram outras.

Ele foi o encarregado de defender em plenário o aumento auto-concedido pelo prefeito a ele, ao vice e aos secretários, que acabou modificado antes da sanção para excluir o chefe do executivo e seu parceiro de chapa da medida. Gutierres ganhou pontos com Pacheco por assumir a liderança e não fugir do debate em que a Oposição estava em franca vantagem com apoio popular e manifestações que se empilhavam na timeline das redes sociais.

É inegável que, agora, o PP queira um lugar de direito à ceia.

A proximidade irrita Nadim Harfouche, o  mais crítico vereador da base aliada ao paço. Nadim já votou contra alguns dos projetos mais caros ao governo e em sua rota de colisão a velocidade só aumenta. Nos corredores da Câmara, já é tido como novo aliado da Oposição - especialmente depois de perder o comando do partido.

Nadim entrou na alça de mira dos líderes dos partidos aliados exatamente por se eximir dos desgaste. Pelo menos um interlocutor próximo do prefeito André Pacheco confirmou que já conversou com ele sobre a demissão de todos os indicados de Nadim no governo e sua expulsão da base.

Para compensar, estão oferecendo uma nova parceria com o PTB de Eraldo Roggia e Guguzinho Streit - uma troca de um por dois.

LEIA MAIS

PARTIDO - Como foi e para que serviu a convenção tucana no domingo

 

Administrativo/comercial
51 3046-6114 - Ramal: 200
Redação
51 3046-6114 - Ramal: 202

redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari - repórter
Guilherme Klamt - repórter/imagens
Silvestre Silva Santos - editor/economia
Maiara Tierling - administrativo/comercial
Rosângela Ilha - diretora
Roberto Gomes - diretor
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS