Terça-feira, 22 de OUTUBRO de 2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

saúde

Mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da Dengue, também infecta as pessoas com o vírus da Zika. Foto: Divulgação.

O bicho pegou: tem caso de Zika Vírus na região

por Silvestre Silva Santos | Publicada em 26/02/2019 às 16h45| Atualizada em 28/02/2019 às 14h01

O primeiro caso autóctone (contraído no próprio estado) de Zika Vírus, em 2019, foi confirmado no Rio Grande do Sul. Uma jovem, de 17 anos, residente em Gravataí, começou a apresentar os sintomas da doença no dia 7 de janeiro passado, com dores oculares e visão turva. Ela não realizou nenhuma viagem para fora do território gaúcho e foi internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre, onde diagnosticada com neurite ótica. 

Como o hospital é “sentinela para doenças neurológicas” causadas por arbovírus (vírus transmitidos aos humanos por intermédio de insetos), amostras de seus exames foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/RS), com resultado positivo para a doença divulgado em 21 de janeiro.

Após o resultado reagente para Zika Vírus, o Programa Estadual do Controle da Dengue, do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), entrou em contato com a Prefeitura de Gravataí e com a 2ª Coordenadoria Regional de Saúde (2ª CRS) para que seja iniciada a investigação do caso.

O trabalho começou já no dia seguinte, em 22 de janeiro, que confirmou o caso como autóctone. Em 2016, o Rio Grande do Sul teve 44 casos autóctones de Zika. Houve dois importados em 2017 e nenhum em 2018.

 

Como saber se é

Os sintomas da infecção causada pelo Zika Vírus são febre, dor de cabeça, vermelhidão nos olhos, mal-estar, incômodo nas articulações e manchas vermelhas no corpo que coçam.

Na maioria das vezes, estes sintomas são considerados leves. Tanto que em 80% dos casos esses sinais sequer aparecem. A preocupação é, na verdade, com suas complicações mais raras e graves, como a microcefalia em filhos de mulheres infectadas na gestação e a Síndrome de Guillain-Barré.

--- A doença é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti e afeta tanto homens quanto mulheres, em qualquer faixa etária --- esclarece o infectologista Kléber Giovanni Luz, diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

 

FIQUE ATENTO:

Quais são os principais sintomas?

Febre baixa

Dor de cabeça

Vermelhidão nos olhos

Mal-estar

Dor e inchaço nas articulações

Manchas vermelhas que surgem no rosto e se espalham pelo corpo, gerando muita coceira

 

Como diferenciar o Zika da Dengue?

Ambos os vírus desencadeiam reações bem parecidas. Porém, a Dengue dura mais tempo e não apresenta inchaço nas juntas como um sinal.

Tainá Rios

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9306 0162
redacao@diariodeviamao.com.br

Vinicius Ferrari

Direção Geral e administrativo
51 9 9962 3023
vinicius@diariodeviamao.com.br

Vitor Zwozdiak

Departamento Comercial
comercial@diariodeviamao.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS