Quinta-feira, 01 de OUTUBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crise na Saúde

Veículos foram apresentados na quinta-feira

Novos veículos amenizam parte dos problemas do Samu, mas condições de trabalho das equipes são precárias

Publicada em 01/05/2020 às 00h| Atualizada em 13/05/2020 às 11h43

A Secretaria da Saúde de Viamão conta com duas novas ambulâncias e quatro veículos de passeio. Os automóveis, adquiridos com emendas parlamentares, chegaram na quinta-feira (30) e passam a integrar a frota do município.

As ambulâncias serão destinadas ao SAMU, que hoje é composto por duas equipes para atendimento de emergências. Segundo a Prefeitura, os carros atualmente usados na remoção de pacientes soferão manutenção e ficarão na reserva.

A medida resolve parte das dificuldades enfrentadas pelos profissionais que atendem as emergências no município, mas os problemas se acumulam. 

Oficialmente, a estrutura do SAMU de Viamão conta com duas ambulâncias básicas para remoções e uma UTI móvel, que fica à disposição do Hospital Viamão para transferências de pacientes a outras casas de saúde da região. Mas segundo relatos dos trabalhadores, dos veículos usados nas emergências, um é emprestado do Estado e o outro está em condições precárias. Um dos que é de Viamão já estava fora de serviço e aguarda desde o início do ano por reparos.

A chegada das novas ambulâncias ameniza, porém não esconde as falhas na gestão da saúde local. Quando a Prefeitura anuncia que os atuais carros serão reformados, oculta que a empresa contratada para realizar os consertos não recebe há pelo menos quatro meses. E oficina, que fica na Fiuza, venceu a licitação para fazer a manutenção de toda a frota da Prefeitura, portanto a situação é ainda pior.

Voltando à Saúde, embora resolvidos os perigos de acidente por falha mecância ou de ficar no meio da estrada com um paciente dentro, os profissionais que trabalham no SAMU ainda precisam lidar com riscos diários. As equipes relatam falta de materiais de proteção, como máscaras e luvas.

- Estamos comprando para não ficar sem - revela um trabalhador que não quer ser identificado, com medo de represálias.

Mas a precariedade da estrutura não para por aí. As condições do alojamento na base localizada na UPA da Cecília recebem críticas das equipes. 

- Ficamos em uma sala de 4mx4m sem janelas, com beliches, microodas, geladeira, armário e tv. É um espaço insalubre, porque se um estiver acordado, se alimentando, por exemplo, o outro não consegue dormir. A porta do banheiro, que é coletivo, o mesmo usado pelos pacientes, fica trancada. A gente chega da ocorrência e tem que pegar a chave na recepção para poder fazer a descontaminação e descartar os EPIs - conta o profissional.

As condições de trabalho relatadas se agravam diante da crise do coronavírus. se faltam proteções individuais e a descontaminação é prejudicada, a saúde das equipes está em risco.

- Todo dia temos pelo menos uma remoção de paciente com suspeita de covid-19 – não tem teste para a doença na cidade. Estamos enfrentando risco a todo momento, pânico de trabalhar sem saber o que está acontecendo - afirma.

A Prefeitura, novamente, silenciou sobre um pedido de informações do Diário de Viamão. Lamentável prática, que soa como descaso, ainda mais quando o assunto é a vida da população e das pessoas que estão na linha de frente no atendimento ao povo de Viamão. 

Definitivamente, a Saúde é o calcanhar de Aquiles de Russinho. Falta agilidade para tudo. Fato é que, mesmo definindo na terça-feira (28) o nome de Glazileu Gloria Aragonês para assumir a secretaria, José Ricardo Agliardi ainda não foi exonerado. Isso já tinha ocorrido com o próprio Agliardi, que foi nomeado na mesma semana em que pediu demissão - quase um mês após ter assumido. 

 

LEIA TAMBÉM

A chave do cadeado está nas mãos de Russinho: caminho livre para a reabertura do comércio em Viamão?

Viamão pode ter 12 vezes mais infectados por covid-19; reabrir ou não comércio?

Uso de máscaras é obrigatório a partir de hoje em Viamão; Para sair na rua, só usando proteção

Últimas Cristiano Abreu

Política
Câmara volta a lembrar da Saúde e ’empurra’ Sérgio Ângelo para depois em dia de bate-boca entre vereadores; O bode na sala - parte II
Operação Pegadas
Mesmo preso, vereador Sérgio Ângelo recebe salário integral em setembro; Os tigres de papel da Câmara
Operação Pegadas
Vereador Sérgio Ângelo completa uma semana preso, mas segue no cargo; A Câmara conseguiu o ’bode na sala’ para retardar o afastamento
Eleições 2020
Candidatos definidos: as últimas melancias acomodadas na disputa pela Prefeitura de Viamão
Desdobramentos
Operação Pegadas: a política de Viamão pisa em ovos
279 anos
Aniversário de Viamão: o amor pela cidade não pode ter dono ou ser ideologizado
Coluna do Brasil
Claudio Brasil | Quanto ao filme “2020”...  emoções fortes aguardam nos próximos capítulos
Eleições 2020
Convenções partidárias entram na reta final; Conheça os nomes definidos e as articulações para a disputa pela cadeira de prefeito
Política
Em coletiva, Valdir Bonatto rebate adversários e tenta afastar dúvidas sobre sua candidatura a prefeito: ’inventaram a falácia dos R$ 17 milhões. Tenho minhas contas aprovadas pelo TCE’
Crise do coronavírus
A volta às aulas presenciais e o empírico ’não, por enquanto’ da Prefeitura. As coisas são diferentes na política de Viamão
Operação Capital
André Pacheco perde em Brasília, e afastamento da Prefeitura está mantido; Os advogados bateram na porta errada
Política
Valdir Bonatto tenta na Justiça anular decisão sobre reprovação de contas, mas não leva, e adversários políticos partem pro ataque; A eleição esquenta
Política
Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra André Pacheco e vereador
Crise do coronavírus
A COVID-19 está lá fora; e mesmo sem agir, as consequências não afetam a gestão de Nadim
Política
Jessé livre para voar; a vitória na Justiça Eleitoral e a renúncia inesperada: ’Triste por não poder ficar até o final’
Funcionalismo
O Nadim prefeito comete improbidade ao não pagar reposição salarial que o Nadim vereador aprovou; criador versus criatura
Crise do coronavírus
É um vermelho desbotado, mas a bandeira do distanciamento controlado fake não mudará em Viamão
Crise do coronavírus
Cinco meses e mais de mil doentes: os números da COVID-19 em Viamão
Funcionalismo
Justiça determina pagamento de reposição salarial aos servidores municipais
Crise do coronavírus
Os rostos e as famílias ignoradas: Viamão tem 101 vidas levadas pela COVID-19, enquanto seu povo e seus governantes fingem não ver

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS