Sexta-feira, 10 de ABRIL de 2020

Publicidade

Facebook

Alerta

Ainda mais perto: moradora de Porto Alegre é confirmada com coronavírus

por Cristiano Abreu | Publicada em 11/03/2020 às 00h| Atualizada em 16/03/2020 às 17h11

O primeiro caso de coronavírus em Porto Alegre - o segundo confirmado no Rio Grande do Sul em menos de 24 horas - redobra o alerta de prevenção que autoridades de saúde vêm fazendo para evitar que a doença se propague pela região.

Nesta terça-feira (10), após a secretaria estadual da Saúde detalhar a infecção do morador de Campo Bom, os gestores das secretarias de Saúde de Cachoeirinha, Gravataí e Viamão discutiram novas estratégias. Ficou definido que a meta é reforçar com a população que agora os cuidados coletivos são ainda mais importante.

No final da manhã desta quarta-feira (11), a prefeitura da Capital anunciu que a pessoa infectada é uma mulher de 54 anos que esteve na Itália. Ela retornou na última sexta-feira e ficou em casa, em isolamento desde então. Outras três pessoas que estiveram em contato com a paciente que apresentaram sintomas també são monitoradas e farão coletas de amostras para exame ainda nesta quarta.

 

Casos confirmados no Brasil

SP - 19
RJ - 8
RS - 2
BA - 2
AL - 1
MG - 1
ES - 1
DF - 1

* Fonte: Ministério da Saúde

 

Quem é o paciente de Campo Bom

 

O primeiro paciente confirmado com o coronavírus no Rio Grande do Sul é um empresário de 60 anos, que viajou a trabalho a Milão, no norte da Itália, no mês passado. O homem teve sintomas (tosse e febre) a partir de 29 de fevereiro e foi avaliado em uma clínica particular. Ele foi colocado em isolamento domiciliar, e nenhum familiar apresentou sinais da doença.

Atualmente, estão sendo investigados 86 casos suspeitos de infecção pelo covid-19 no RS. No total, até agora, 190 casos foram notificados, e 103, descartados. Até esta terça-feira, o Brasil tem 25 casos confirmados e 930 descartados, de acordo com o Ministério da Saúde.

 

Cuidados

 

- Na hipótese de suspeita de contágio, a primeira orientação é para que o paciente procure um médico e mantenha repouso em casa até o término dos sintomas.

- É fundamental reforçar hábitos de higiene, como lavar as mãos com frequência, evitar o compartilhamento do chimarrão e colocar em prática a etiqueta respiratória, como tossir cobrindo o nariz e a boca com um lenço descartável ou na dobra do braço.

 

Sintomas

- O quadros de coronavírus geralmente são semelhantes aos de uma gripe.

- Em torno de 15% dos casos evoluem para um patamar de maior gravidade, exigindo internação hospitalar. 

- Geralmente, pessoas com outras doenças e sistema imunológico comprometido são as mais afetadas.

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
cristiano@grupocg.com.br

Rafael Martinelli

Editor
rafael@grupocg.com.br

Roberto Gomes

Diretor
roberto@grupocg.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS